PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

São Paulo vai para Argentina com alguns tabus contra

Eder, do São Paulo, disputa bola na partida contra o Racing, nas oitavas da Libertadores - Staff Images / CONMEBOL
Eder, do São Paulo, disputa bola na partida contra o Racing, nas oitavas da Libertadores Imagem: Staff Images / CONMEBOL
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

13/07/2021 23h33

O São Paulo não conseguiu vencer o Racing-ARG no jogo de ida das oitavas da final da Copa Libertadores nesta terça-feira (13), no Morumbi, e ficou apenas no empate por 1 x 1. Agora, vai para a Argentina enfrentar o time de Avellaneda, rival que mantém um tabu de 8 jogos sem derrota para o time brasileiro (5 vitórias e 3 empates).

Para se classificar, o São Paulo vai precisar de uma vitória, empate por 2 ou mais gols, ou empate por 1 x 1 e vitória nos pênaltis. Na Argentina, o tricolor carrega ainda um tabu de 16 anos sem vitória no país vizinho pela Libertadores — a última vez foi na semifinal contra o River Plate, em 2005.

Na partida desta terça, o time do técnico Hernán Crespo saiu na frente com gol de Vítor Bueno no primeiro tempo, aos 34 minutos, numa falha do goleiro Arias. Mas ainda na primeira etapa, nos minutos finais, Copetti empatou o jogo. Durante o jogo, o São Paulo apresentou muitas falhas, principalmente no ataque e na defesa e sofreu com a ausência de titulares, como Miranda, Daniel Alves e Luciano.

No primeiro tempo, segundo o site SofaScore, o Racing chegou a ter 62% de posse de bola contra 38% do São Paulo. Ao final do jogo, essa diferença caiu um pouco (59% x 41%), mas com o time argentino levando a melhor em boa parte da partida. O desempenho ruim no Morumbi deixa o torcedor são-paulino preocupado, afinal o time vai fazer o jogo de volta já na próxima semana, no dia 20.

Na Argentina, o São Paulo tem apenas 1 vitórias em 16 confrontos (13 derrotas), pela Libertadores. Fora de casa, o desempenho não é nada bom. E contra o Racing, em três jogos nessa Libertadores, foram dois empates e uma derrota (no Morumbi, por 1 x 0, na fase de grupos).

Crespo precisou usar muitos garotos da base nesse jogo de ida (foram 9 no total). E será com eles, basicamente, que o time precisará quebrar esses tabus para avançar na Libertadores. Não é impossível, mas está bem difícil.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL