PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Tite tem o 2º melhor aproveitamento de pontos pela seleção brasileira

Tite durante jogo da seleção brasileira contra o Equador no Beira-Rio - Lucas Figueiredo/CBF
Tite durante jogo da seleção brasileira contra o Equador no Beira-Rio Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

06/06/2021 14h19

Segundo técnico com mais tempo seguido à frente da seleção brasileira (4 anos e meio), atrás apenas de Flávio Costa, que dirigiu o Brasil por 5 anos e meio (entre janeiro de 1945 e julho de 1950), Tite é o segundo também com o melhor aproveitamento de pontos na história, desde 1914.

Em 53 jogos, Tite conseguiu 39 vitórias, 10 empates e perdeu apenas 4 partidas, tendo um aproveitamento de 79,2% dos pontos disputados. Melhor que ele, entre aqueles com pelo menos 10 jogos como técnico da seleção, apenas João Saldanha, que antes da Copa de 1970 teve 90,9% de aproveitamento (10 vitórias e 1 derrota).

Curiosamente, assim como Saldanha, Tite pode perder o cargo por interferência política. O atual treinador já que se manifestou contra a participação da seleção na disputa da Copa América aqui no Brasil. Em 1970, Saldanha perdeu o cargo faltando 78 dias para a disputa da Copa do Mundo do México, quando o General Emílio Garrastazu Médici pediu a sua cabeça, entre outras coisas, por não concordar que o treinador não queria incluir Dadá Maravilha na lista final dos convocados.

Após a vitória sobre o Equador na última sexta-feira (4), por 2 x 0, em Porto Alegre, Tite se tornou o 7º técnico com mais partidas pela seleção, igualando Telê Santana e Felipão. Em número de vitórias, Tite é o 5º na lista, com 39 triunfos, ao lado de Aymoré Moreira.

Em jogos oficiais, Tite tem números ainda melhores, com 84,5% de aproveitamento (22 vitórias, 5 empates e apenas 1 derrota em 28 jogos). Sua única derrota foi contra a Bélgica, nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018. Nas Eliminatórias, Tite 15 vitórias e 2 empates em 17 partidas (92,2% de aproveitamento). Depois de levar o Brasil ao Mundial da Rússia em 2018 na 1ª colocação nas Eliminatórias da Conmebol, Tite tem agora o melhor começo da seleção na competição com 5 vitórias em 5 jogos.

Tite como técnico da Seleção Brasileira (2016-2021):
53 jogos
39 vitórias
10 empates
4 derrotas
114 gols feitos (2,15 por jogo)
19 gols sofridos (0,36 por jogo)
79,2% de aproveitamento

Em jogos oficiais de competição:
28 jogos
22 vitórias
5 empates
1 derrota (Bélgica na Copa de 2018)
65 gols feitos (2,32 por jogo)
10 gols sofridos (0,28 por jogo)
84,5% de aproveitamento

Em amistosos:
25 jogos
17 vitórias
5 empates
3 derrotas
49 gols feitos (1,96 por jogo)
10 gols sofridos (0,40 por jogo)
74,7% de aproveitamento

Competições disputadas:
- Superclássico das América 2017 (vice)
- Superclássico das América 2018 (campeão)
- Eliminatórias Conmebol da Copa de 2018 (1º)
- Copa do Mundo de 2018 (6º - eliminado nas quartas)
- Copa América de 2019 (campeão)
- Eliminatórias Conmebol da Copa de 2022 (1º - até a 5ª rodada)

Técnicos com melhor aproveitamento de pontos pela seleção brasileira

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL