PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Corinthians virou time pequeno e queda para a Série B é questão de tempo

Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

02/06/2021 23h24

Campeão brasileiro de 2017, com um resquício do time que conquistou de forma brilhante a Série A de 2015, campeão paulista e vice-campeão Copa do Brasil em 2018, o Corinthians teve um último momento de calmaria em 2019, quando ganhou o tricampeonato estadual.

De lá para cá, o time vem piorando de forma assustadora. Muito pela incompetência da administração do ex-presidente Andrés Sanchez e pela enorme dívida do clube, incapaz de contratar bons jogadores e de segurar seus principais nomes. Desde então, vem colecionando fiascos e desempenhos medíocres em competições que há bem pouco tempo brigava por títulos.

Em 2020, na Libertadores, caiu já na fase preliminar para o Guaraní do Paraguai. No Paulistão, foi vice-campeão. Na Copa do Brasil, caiu logo na primeira eliminatória, diante do América-MG, com derrota em Itaquera, nas oitavas de final. No Brasileirão, ficou na 12ª colocação, tendo frequentado a zona do rebaixamento nas rodadas iniciais.

Na temporada 2021, a situação vem piorando muito. No Paulistão, o time ficou de fora da final pela primeira vez depois de 4 anos. Na Libertadores, caiu na Primeira Fase da Copa Sul-Americana logo na 4ª rodada depois de perder duas vezes para o Peñarol, uma delas por 4 x 0 no Uruguai, em sua pior derrota internacional. Recentemente, aliás, foi goleado em casa pelo Flamengo por 5 x 1, no Brasileirão de 2020, em sua maior derrota em Itaquera, e por 4 x 0 para o Palmeiras no Allianz Parque, no início de 2021.

Sob a direção do técnico Sylvinho, contratado para o lugar de Vágner Mancini, o Corinthians estreou com derrota para o Atlético-GO em Itaquera por 1 x 0. Nesta quarta-feira (2), voltou a perder para o time goiano, dessa vez pela 3ª fase da Copa do Brasil. Jogando um futebol fraco, o time perdeu por 2 x 0 na partida de ida e praticamente deu adeus ao torneio. Mais uma vez logo no primeiro confronto, como em 2019 (nas oitavas contra o Flamengo) e em 2020 (nas oitavas contra o América-MG).

Resta agora ao Corinthians apenas a disputa do Brasileirão, mas já com uma grande preocupação. O time é fraco, a vinda de bons reforços está descartada e a pressão será enorme. Com esse elenco e com o futebolzinho apresentado até aqui o Corinthians é seríssimo candidato, de novo, ao rebaixamento.

Nos próximos dias, o time vai visitar o América-MG em Belo Horizonte (dia 6), vai fazer o jogo de volta contra o Atlético-GO pela Copa do Brasil (dia 9), sendo provavelmente eliminado, e depois, no dia 12, tem o clássico contra o Palmeiras no Allianz Parque.

Estatísticas: SofaScore

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que foi publicado, o jogo do Palmeiras contra a Universidad Católica pela Libertadores é em 14 de julho, e não 14 de junho. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL