PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lá se foi mais uma chance para Neymar ser o melhor jogador do mundo

Neymar reage na partida entre PSG e Manchester City na semifinal da Champions - REUTERS/Phil Noble
Neymar reage na partida entre PSG e Manchester City na semifinal da Champions Imagem: REUTERS/Phil Noble
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

04/05/2021 17h52

Não deu para o PSG, não deu para Neymar. Com mais uma derrota para o Manchester City nesta terça-feira (4), o time francês deu adeus à chance de conquistar o título da Liga dos Campeões pela primeira vez.

Já Neymar, que não marcou nos mata-matas contra Bayern e City, viu mais uma vez a possibilidade de ser o melhor jogador do mundo ir embora. Sem o título da Champions e sem conseguir brilhar nessa reta final da competição, o brasileiro perde a chance de brigar pelo prêmio mais uma vez em sua carreira em oito temporadas pelo futebol europeu.

Com uma atuação discreta nessa terça, na Inglaterra, Neymar ficou muito aquém do jogador que marcou 6 gols na primeira fase ou ainda daquele decisivo da última edição da Champions. Contra o City, em Manchester, Neymar não deu uma finalização no gol.

Nessa temporada 2020/21, Neymar, aos 29 anos, tem pela frente a chance de ser campeão francês pelo PSG e de conquistar a Copa América pela seleção brasileira. Mas perto do que outros craques vêm fazendo nessa temporada (como De Bruyne, Messi, Mbappé e Lewandowski), essas conquistas não farão diferença a seu favor.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL