PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Tevez, Borja, D'Alessandro, Valdívia: os veteranos na Libertadores 2021

Valdívia, 37 anos, vai disputar a Libertadores pelo Unión La Calera-CHI - Reprodução / Unión La Calera
Valdívia, 37 anos, vai disputar a Libertadores pelo Unión La Calera-CHI Imagem: Reprodução / Unión La Calera
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

18/04/2021 04h00

A Copa Libertadores de 2021 definiu seus 32 clubes da fase de grupos com as classificações de Santos, Independiente del Valle-EQU, Junior-COL e Atlético Nacional-COL na 3ª Fase Preliminar.

Nesta 62ª edição, teremos a participação de 7 clubes brasileiros, 6 argentinos, 4 colombianos, 3 equatorianos, 2 uruguaios, 2 chilenos, 2 paraguaios, 2 peruanos, 2 bolivianos e 2 venezuelanos. Nas equipes, teremos a presença de veteranos que já fizeram sucesso na competição e com passagens marcantes no futebol brasileiro.

Entre eles, teremos o argentino André D'Alessandro, campeão pelo Internacional em 2010 e agora vestindo a camisa do Nacional-URU. Aos 40 anos, Dale vai para sua 12ª participação no torneio. Argentino com mais jogos disputados na história da competição (91), D'Alessandro tem a chance de se tornar o 3º com mais jogos desde 1960 caso jogue os 6 jogos dessa fase de grupos, pode ficar atrás apenas dos paraguaios Éver Almeida (113 jogos) e Sergio Aquino (106).

O atacante Tevez (ex-Corinthians) é outra grande atração no torneio. No Boca Juniors desde 2018, Carlitos tem 25 gols na Libertadores e pode chegar com no top-10 dos maiores goleadores caso marque mais dois gols nessa edição 2021.

O meia chileno Valdívia, 37 anos, ex-Palmeiras, vai jogar a competicão pelo no Unión La Calera-CHI. Já centroavante Santiago Silva (ex-Corinthians). Aos 40 anos, o El Tanque vai disputar sua 9ª Libertadores, agora pelo Argentinos Juniors.

Outros veteranos e velhos conhecidos do futebol brasileiro são atacante boliano Juan Carlos Arce (ex-Corinthians e Sport), agora no Always Ready-BOL; o atacante Borja (ex-Palmeiras e agora no Junior-COL); o lateral esquerdo chileno Eugenio Mena (ex-Santos e Sport e agora Racing-ARG); o atacante argentino Centurión (ex-São Paulo e agora no Vélez Sarsfield-ARG); o meia Julio dos Santos (ex-Athletico-PR, Grêmio e Vasco) que vai para sua 10ª Libertadores, atuando pelo Cerro Porteño-PAR.

Outros conhecidos no Cerro Porteño são o atacante Boselli (ex-Corinthians) e o goleiro Jean (ex-São Paulo e Atlético-GO). Outros conhecidos são ainda o atacante Braian Romero (ex-Athletico-PR e agora no Defensa y Justicia-ARG); o volante Seijas (ex-Inter e Chapecoense, agora no Santa Fe-COL); o atacante Leandro Fernández (ex-Inter e agora no Nacional-URU); o meia Jonatan Gómez (ex-São Paulo, CSA e Sport e agora no Argentinos Juniors-ARG) e meia Mancuello (ex-Flamengo e agora no Vélez); e o atacante Cárdenas (ex-Galo, agora no Santa Fe).

Outros veteranos conhecidos, mas que não jogaram no Brasil, também serão grandes atrações nessa Libertadores. Entre eles, o atacante paraguaio Roque Santa Cruz, de 39 anos (no Olimpia-PAR), o atacante Mauro Zárate (Boca Juniors-ARG), o lateral esquerdo e zagueiro Marcos Rojo, ex-Manchester United (agora no Boca Juniors), o atacante Téo Gutiérrez (Junior-COL); e o volante Fernando Gago (Vélez Sarsfield-ARG).

Só lembrando que outros conhecidos como o paraguaio Ángel Romero (ex-Corinthians) e o argentino Franco Di Santo (ex-Atlético-MG), deram adeus à competição na fase preliminar, sendo eliminados com o San Lorenzo-ARG. Outros que caíram também foram o goleiro Martín Silva (ex-Vasco), o lateral direito Iván Piris (ex-São Paulo) e atacante Óscar Cardozo (ex-Benfica), pelo Libertad-PAR.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL