PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Real Madrid e Manchester City são os favoritos na semifinal da Champions

Foden comemora o segundo gol do Manchester City sobre o Borussia Dortmund - REUTERS/Wolfgang Rattay
Foden comemora o segundo gol do Manchester City sobre o Borussia Dortmund Imagem: REUTERS/Wolfgang Rattay
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

15/04/2021 09h42

A semifinal da Liga dos Campeões de 2020/21 tem os seus confrontos definidos e colocará dois ex-campeões frente a frente de um lado e dois clubes que lutam pelo primeiro título do outro. O Real Madrid, maior campeão da competição com 13 títulos, eliminou o Liverpool e vai pegar o Chelsea, campeão de 2012. Já o Manchester City terá pela frente o PSG, vice-campeão de 2020.

Entre os 4 semifinalistas, o Manchester City, de Guardiola, chega como o único invicto, com o melhor ataque (21 gols, ao lado do PSG) e a melhor defesa (3 gols sofridos, ao lado do Chelsea). Além disso, o clube inglês tem o elenco mais valioso 1,03 bilhão de euros, contra 828,8 do PSG, 779,8 do Chelsea e 745,5 do Real Madrid - segundo o site Transfermark.

Único time a vencer os quatro jogos da fase de mata-matas (ganhou duas vezes do Borussia Monchengladbach e duas do Borussia Dortmund), o City vem também com números superiores aos rivais nessa temporada 2020/21. No confronto direto contra o PSG, a equipe de Guardiola larga com certo favoritismo, apesar de o time francês contar com dois jogadores que podem desequilibrar - Mbappé e Neymar.

Segundo os dados do SofaScore, o Manchester City tem um aproveitamento muito superior ao PSG nessa temporada (84% x 70,3%), um ataque com a mesma média de gols (2,2), mas uma defesa que sofreu menos gols (0,6 contra 0,8) e que cede menos chances por jogo (0,7 contra 1,7). Além disso, tem mais posse de bola em média (64% x 60%) e mais passes certos (612 x 538).

PSG x Manchester City na temporada 2020/21 (todas as competições):
Jogos: 46 - 50
Aproveitamento: 70,3% - 84%
Gols marcados: 2,2 - 2,2
Gols sofridos: 0,8 - 0,6
Grandes chances de gol: 3,3 - 3,0
Grandes chances cedidas: 1,7 - 0,7
Chutes por jogo: 11,2 - 11,2
Chutes para marcar gol: 5,1 - 5,1
Chutes para sofrer gol: 11,3 - 7,9
Passes certos por jogo: 538 - 612
Posse de bola: 60% - 64%
Jogos sem sofrer gols: 48% - 54%

Na história, as duas equipes que brigam pelo inédito título se enfrentaram apenas uma vez pela Liga dos Campeões (em 2016), com um empate por 2 x 2 em Paris e uma vitória do City na Inglaterra por 1 x 0 ainda nas quartas de final.

Já no confronto Chelsea x Real Madrid, o time espanhol vem com aproveitamento melhor, mais pelo bom desempenho no Campeonato Espanhol, já que na Liga dos Campeões o Chelsea vem um pouco melhor. Mas no geral, o time inglês vem com médias levemente superiores, como nos gols marcados (1,8 x 1,7), nos gols sofridos (0,8 x 0,9), nos passes certos (548 x 529) e na posse de bola (61% x 59%).

No histórico entre eles, o Chelsea leva vantagem, com vitórias nas duas finais disputadas entre eles (Recopa Europeia de 1971 e Supercopa da Uefa de 1998). Na Liga dos Campeões, porém, nunca se enfrentaram. Com as boas exibições contra o Liverpool e uma vitória recente no clássico contra o Barcelona, o Real Madrid chega mais motivado para essa semifinal e num momento melhor que o Chelsea, que perdeu para o Porto em casa nas quartas e recentemente levou de 5 x 2 do West Bromwich no Inglês, também em Londres.

Chelsea x Real Madrid na temporada 2020/21 (todas as competições):
Jogos: 47 - 42
Aproveitamento: 66% - 68,3%
Gols marcados: 1,8 - 1,7
Gols sofridos: 0,8 - 0,9
Grandes chances de gol: 2,7 - 2,6
Grandes chances cedidas: 1,0 - 1,6
Chutes por jogo: 10,2 - 10,7
Chutes para marcar gol: 5,6 - 6,2
Chutes para sofrer gol: 8,2 - 7,8
Passes certos por jogo: 548 - 529
Posse de bola: 61% - 59%
Jogos sem sofrer gols: 55% - 38%

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL