PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

Internacional tem 84,6% de chance de título contra 4,6% do São Paulo

Jogadores do Internacional comemoram a vitória sobre o Grêmio no Grenal 429 - Ricardo Duarte/Internacional
Jogadores do Internacional comemoram a vitória sobre o Grêmio no Grenal 429 Imagem: Ricardo Duarte/Internacional
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do Uol

25/01/2021 10h50

Com a vitória de virada sobre o Grêmio por 2 x 1 nesse domingo (24) e o tropeço dos outros adversários do G6, que não venceram na 32ª rodada, o Internacional abriu 4 pontos de vantagem na liderança do Brasileirão sobre o São Paulo e tem agora 84,6% de chance de ser campeão de 2020 segundo os dados do estatístico e matemático Marcelo Leme de Arruda, do site Chance de Gol, que faz os cálculos com base nas probabilidades de vitória, empate e derrota para os jogos ainda não realizados.

Nas últimas rodadas, o time de Abel Braga subiu suas chances de 22,2% (30ª rodada) e 55,9% (31ª rodada) para os atuais 84,6%, ficando muito próximo de quebrar o seu jejum de títulos no Brasileirão, que já dura 41 anos, desde 1979. Para ser campeão, o Colorado precisa de mais 15 pontos em 6 jogos restantes, dependendo só de si para levantar a taça. Com mais 13 pontos, o Inter tem 97% de chance de ganhar o título.

O São Paulo, que chegou a ter 84% de chance ao final da 27ª rodada, tem agora apenas 4,6% de chance. Nas últimas 6 rodadas, o time de Fernando Diniz terá ainda 3 adversários diretos do G6 (Palmeiras, Grêmio, Flamengo). Já o Flamengo, com a derrota para o Athletico-PR, viu sua chance de título cair de 7,7% para 3,8%. O Atlético-MG, que estava com 15,9%, foi para 5,1% após a derrota para o Vasco por 3 x 2 no sábado (23). Palmeiras (1,6%) e Grêmio (0,6%), praticamente deram adeus ao título.

Probabilidade de título no Brasileirão 2020 após a 32ª rodada*:
1º Internacional (84,6%)
2º Atlético MG (5,1%)
3º São Paulo (4,6%)
4º Flamengo (3,8%)
5º Palmeiras (1,4%)
6º Grêmio (0,6%)
7º Fluminense (0,01%)
8º Corinthians (0,01%)
Quase 0% - Santos e Ceará
0% - Athletico-PR, Atlético-GO, Bahia, Botafogo, Bragantino, Coritiba, Fortaleza, Goiás, Sport e Vasco

* Sem o jogo Corinthians x Bragantino desta segunda-feira (25)

Rebaixamento
Na briga contra o rebaixamento, o Botafogo praticamente selou sua queda com a derrota para o Fluminense por 2 x 0 no domingo (24). O alvinegro, aliás, pode até ser rebaixado já na próxima rodada (33ª). Hoje, tem 99,99% de chance de cair para a Série B.

O Coritiba, que arrancou um empate contra o São Paulo, está se recuperando no campeonato, mas ainda tem um risco enorme de queda (99,1%), assim como o Goiás, que venceu o Santos de virada (4 x 3) e tem 91,2% de chance de ser rebaixado. O Vasco, que saiu do Z4 com a vitória sobre o Galo, tem agora 25% de chance de queda.

Chance de rebaixamento no Brasileirão 2020 após a 32ª rodada*:
1º Botafogo (99,99%)
2º Coritiba (99,1%)
3º Goiás (91,2%)
4º Sport (38,6%)
5º Bahia (37,8%)
6º Vasco (25%)
7º Fortaleza (8,2%)
8º Atlético-GO (0,02%)
9º Bragantino (0,02%)
Outros (quase 0%)
Atlético-MG, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras e São Paulo (0%)

* Sem o jogo Corinthians x Bragantino desta segunda-feira (25)

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)