PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

Falta de pontaria do Flamengo tem sido determinante na temporada 2020

Vitinho lamenta chance perdida na eliminação do Flamengo na Libertadores 2020 - Antonio Lacerda/Pool/AFP
Vitinho lamenta chance perdida na eliminação do Flamengo na Libertadores 2020 Imagem: Antonio Lacerda/Pool/AFP
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

02/12/2020 18h18

Eliminado da Copa do Brasil, nas quartas de final, e da Copa Libertadores, ainda nas oitavas de final, nos últimos 20 dias, o Flamengo sofreu com a falta de pontaria nos jogos decisivos para conseguir seguir adiante nas competições. Na partida contra o Racing-ARG, no Maracanã, nessa terça-feira (1), o time de Rogério Ceni finalizou 19 vezes no empate por 1 x 1 e perdeu 3 grandes chances de gol (uma com Bruno Henrique e duas com Vitinho), podendo ter resolvido o jogo ainda no primeiro tempo.

Assim como no Brasileirão, onde é um dos times com o pior aproveitamento de grandes chances criadas e grandes chances convertidas, segundo o site SofaScore, o Flamengo foi eliminado nos torneios de mata-mata tendo finalizado bem mais que os adversários.

Contra o São Paulo, nas quartas da Copa do Brasil, foram 12 finalizações do Fla contra 4 do adversário na derrota por 2 x 1 no Maracanã. No jogo de volta, no Morumbi, na derrota por 3 x 0, foram 17 finalizações do Flamengo contra 8 do tricolor paulista. Nesses dois jogos, ficou evidente a maior eficiência do time paulista, que marcou 5 gols em 12 finalizações contra 1 do Flamengo em 29.

Juntanto os jogos da Copa do Brasil e da Libertadores, o Flamengo teve uma pontaria de 56% (no aproveitamento entre finalizações certas e gols marcados). Já no Brasileirão, esse número é de apenas 30% (o 18º pior entre os 20 clubes). Nos torneios de mata-mata, o Fla precisou de 5,4 chutes para marcar um gol. No Brasileirão, esse número é maior ainda (7 por jogo).

Aproveitamento entre as grandes chances de gols criadas e as convertidas no Brasileirão 2020*:
Atlético-GO - 27%

Athletico-PR - 27%
Flamengo - 30%
Botafogo - 38%
Coritiba - 39%

Corinthians - 39%
Bahia - 40%

Atlético-MG - 41%
Ceará - 41%
Palmeiras - 44%
Bragantino - 46%

São Paulo - 49%
Fortaleza - 50%
Grêmio - 50%
Internacional - 52%
Fluminense - 55%
Goiás - 56%
Santos - 59%
Sport - 62%
Vasco - 67%
* Fonte: SofaScore

Chutes para marcar gol no Brasileirão 2020:
Internacional - 6,2
Santos - 6,2
Fluminense - 6,5
Vasco - 6,9
Flamengo - 7
São Paulo - 7,1
Sport - 7,4
Ceará - 7,7
Atlético-MG - 7,8
Palmeiras - 7,8
Bragantino - 7,8
Fortaleza - 8.22
Bahia - 8,3
Goiás - 8,3
Coritiba - 8,4
Corinthians - 8,7
Grêmio - 8,7
Botafogo - 10,3
Athletico-PR - 11,1
Atlético-GO - 11,8

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.