PUBLICIDADE
Topo

Fla, River, Palmeiras e Boca são únicos da América top 100 'ricos' do mundo

Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

19/09/2020 04h00

Com o início da temporada 2020/21 do futebol europeu, o site alemão Transfermarkt, especializado em valores e transferências de jogadores, atualizou os dados das principais ligas nacionais do mundo todo. E entre os 100 clubes mais caros da atualidade, apenas quatro das Américas aparecem na lista: dois brasileiros e dois argentinos.

O Flamengo, atual campeão da Libertadores, é o melhor colocado entre eles, na 73ª colocação. O River Plate, vice da Libertadores na última edição, é o 77º e o melhor argentino da lista. O Palmeiras, que em 2019 era o melhor colocado da América, é hoje o 84º da lista e o 3º melhor entre os sul-americanos. Já o Boca Juniors-ARG é último representante da América na 96ª posição.

Nos elencos de Flamengo e Palmeiras, os destaques são os atacantes Gabigol e Gabriel Veron, os mais valiosos de cada elenco. O centroavante rubro-negro, de 23 anos, está avaliado em 20 milhões de euros. Já a relevação palmeirense, de 18 anos, vale 25 milhões de euros, sendo o mais caro da América.

Já no River Plate, o mais valioso é o atacante uruguaio De La Cruz, de 23 anos (12 milhões de euros). No Boca, o volante Agustín Almendra, de 20 anos, é o mais cara do elenco (11 milhões de euros).

Uma novidade na lista atual entre os primeiros colocados é que dois ingleses estão no topo (Liverpool e Manchester City), deixando para trás a dupla espanhola Barcelona e Real Madrid que por muitos anos lideraram como os elencos mais valiosos do mundo.

Entre os 10 primeiros colocados, estão ainda mais três ingleses: Chelsea, Manchester United e Tottenham, além do Bayern Munique, atual vencedor da Liga dos Campeões, PSG (vice) e o Atlético de Madri.

Veja a lista dos 100 elencos mais valiosos do mundo nesse início da temporada 2020/21:

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.