PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

City, PSG, Atlético e Bayern são os favoritos nas quartas da Champions

Sterling comemora gol após passe de Gabriel Jesus em Manchester City x Real Madrid - REUTERS/Dave Thompson
Sterling comemora gol após passe de Gabriel Jesus em Manchester City x Real Madrid Imagem: REUTERS/Dave Thompson
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

11/08/2020 15h01

Por conta da pandemia do coronavírus, a Liga dos Campeões terá pela primeira vez em sua história jogos únicos nas quartas de final, sem torcida e em um país só. Nos confrontos de 90 minutos (ou 120 em caso de empate e prorrogação), a chance de dar zebra é um pouco maior do que em dois jogos, com torcida e mando de campo.

Mas acredito que a lógica deverá prevalecer em três dos quatro jogos, passando Manchester City-ING sobre o Lyon-FRA, PSG-FRA sobre o Atalanta e o Atlético de Madri-ESP sobre o RB Leipzig-ALE. Para o único confronto entre ex-campeões e sem favoritos, Barcelona-ESP x Bayern Munique-ALE, aposto mais no time alemão, que atravessa uma ótima fase.

Manchester City x Lyon
Apesar de ter desbancado a poderosa Juventus, de Cristiano Ronaldo e eneacampeã italiana, e de fazer um jogo equilibrado com o PSG na final da Copa da Liga da França há duas semanas, não acredito que o Lyon terá força para frear o Manchester City. Vice-campeão inglês com um ataque poderoso (102 gols em 38 jogos), o time de Guardiola (duas vezes campeão da competição com o Barcelona) chega invicto às quartas da Champions e depois de passar com duas vitórias sobre o Real Madrid, atual campeão espanhol.

Com o segundo elenco mais valioso do mundo, atrás do Real, o City está sem sua 9ª participação seguida na Champions e a terceira sob o comando de Guardiola. Contando com o belga De Bruyne, líder em assistências na Premier League (20) e dois atacantes em ótima fase (Gabriel Jesus e Sterling com seis gols na Champions), o Manchester é grande favorito. O Lyon, que foi treinado no início da temporada pelo brasileiro Sylvinho e hoje é comandado pelo francês Rudi Garcia, foi 7º no Campeonato Francês e vem com a pior campanha entre os oito classificados para as quartas da Champions (3 vitórias, 2 empates e 3 derrotas).

Barcelona x Bayern Munique
O time espanhol chega às quartas de final pela 13ª vez seguida (recorde na competição) e busca seu quinto título na era da Liga dos Campeões, desde 1992/93 -- foi campeão em 2006, 2009, 2011 e 2015. Contando o gênio Lionel Messi, artilheiro e líder em assistência no Campeonato Espanhol, o Barça só não figura como favorito pois vem de uma volta ruim pós-parada da pandemia. No Campeonato Espanhol, derrapou em jogos fáceis, perdeu a liderança e o título espanhol para o rival Real Madrid. Além disso, o técnico Quique Setién vem sendo bem criticado e pode até perder o cargo em caso de derrota.

Já o Bayern, que assim como o Barça disputa as quartas pela 18ª vez desde 1992/93 (recorde), chega com 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões, o melhor ataque (31 gols) e com o artilheiro Lewandowski (13 gols na Champions). Dirigido pelo estreante Hans Dieter-Flick, o time conquistou o Campeonato Alemão pela oitava vez seguida e a Copa da Alemanha na volta do futebol, em julho. Em 2020, venceu 22 de 23 jogos (empatou um) e vem apresentando um ótimo futebol, com força em todos os setores do campo.

PSG x Atalanta
Grande surpresa no Campeonato Italiano de 2018/19, a Atalanta fez sua estreia na Liga dos Campeões e já se classificou para as quartas de final. Sob o comando do técnico Gian Piero Gasperini, o time se notificou pelo futebol ofensivo. No último Italiano, marcou 98 gols em 38 jogos (2,58 por jogo). Na Champions, empatou em casa com o City na primeira fase (1 x 1) e passou pelo Valencia com duas vitórias nas oitavas (4 x 1 e 4 x 3).

Mas a diferença para o PSG é grande demais. Com um elenco avaliado em 235 milhões de euros (o 34º do mundo), a Atalanta terá pela frente o atual campeão francês, da Copa da França e da Copa da Liga da França, com um elenco que vale 709 milhões de euros (7º do mundo). Contando os craques Neymar em Mbappé, o centrovante Icardi em grande fase, além de Di María, Marquinhos, Thiago Silva, Navas, o PSG é favorito até para ser um dos finalistas.

Atlético de Madri x RB Leipzig
Terceiro colocado no Campeonato Alemão, o RB Leipzig, do técnico Julian Nagelsmann, vem arrancando bons resultados na temporada diante de fortes adversários. Em 2020, foi o único a tirar pontos do Bayern Munique (1 x 1). Na Liga dos Campeões, passou em primeiro no grupo que tinha Lyon, Benfica e Zenit e tirou o vice-campeão Tottenham, do técnico José Mourinho, com duas vitórias. Além disso, tem o goleador Timo Werner e um ataque que marcou 81 gols na Bundesliga (2,13 por jogo).

Pelo momento, o time alemão talvez esteja apresentando um futebol até melhor que o Atlético. Mas como o time espanhol é comandado por Diego Simeone, não dá para descartar o peso da camisa e o histórico. Com o técnico argentino, o Atlei ganhou duas vezes a Liga Europa (2012 e 2018) e foi ainda vice da Champions em 2014 e 2016. Nessa atual edição, eliminou o grande favorito e atual Livepool com duas vitórias nas oitavas de final.

E para você, quem são os quatro favoritos? Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)