PUBLICIDADE
Topo

A longa espera do Liverpool acabou!

Andrew Powell/Liverpool FC
Imagem: Andrew Powell/Liverpool FC
Rafael Oliveira

Comentarista de futebol com passagens por Esporte Interativo e ESPN. Atualmente no Dazn. Sempre interessado em informações e análises do jogo em qualquer parte do planeta.

25/06/2020 18h54

Trinta anos. Em 1990, era impossível imaginar que o próximo título nacional do Liverpool demoraria tanto tempo.

Três décadas. Como? Ainda mais para o clube que havia dominado os anos 70 e 80. As hegemonias parecem intermináveis e passam a sensação de que serão eternas. Mas não são.


E o Liverpool viveu isso na pele. Viu o rival Manchester United crescer justamente na transição da liga para a global e midiática Premier League. Acompanhou Ferguson virar a contagem de títulos do campeonato de 18 a 7 para 20 a 18. Viu o Arsenal virar o real adversário com Wenger, o crescimento do Chelsea e, mais tarde, o do Manchester City. A concorrência só aumentava.

De repente, era o torcedor do Liverpool que já não sabia mais o que era ser campeão inglês. Não que tenha faltado força. Bons times levaram o clube a quatro finais de Champions nos últimos 15 anos, com dois títulos e dois vices.

Faltava regularidade para competir não só como "copeiro". Os famosos pontos bobos que ficavam pelo caminho e impediam que a real disputa por título fosse mais frequente.


E Klopp chegou para escrever um gigante capítulo na história. Uma transformação radical para um Liverpool que teve problemas fora de campo e crises com proprietários na virada da década.

O time foi moldado por Klopp, ganhou a Champions, seguiu crescendo e atingiu um aproveitamento difícil de acreditar. Teve momentos empolgantes, outros "apenas" eficientes... A eficácia que tanto fazia falta antes.

E quebra o jejum com um festival de recordes. São 86 pontos ganhos de 93 disputados até aqui. Uma derrota em 31 rodadas. Faltam sete jogos e eles dirão qual será o tamanho da equipe na lista de marcas históricas.

Uma marca já está definida: a do fim da espera de 30 anos. O Liverpool 2019/20 está na lista dos maiores times da Premier League. E a já brilhante história de Klopp no clube ainda é um capítulo inacabado e em construção, com potencial para mais.

Rafael Oliveira