PUBLICIDADE
Topo

Ospina brilhou e eliminou uma Inter de novidades e períodos animadores

Ospina, goleiro do Napoli, foi destaque no empate em 1 a 1 que classificou o Napoli hoje (13) - Divulgação
Ospina, goleiro do Napoli, foi destaque no empate em 1 a 1 que classificou o Napoli hoje (13) Imagem: Divulgação
Rafael Oliveira

Comentarista de futebol com passagens por Esporte Interativo e ESPN. Atualmente no Dazn. Sempre interessado em informações e análises do jogo em qualquer parte do planeta.

13/06/2020 18h18

O goleiro David Ospina foi o grande nome da classificação do Napoli para a final da Coppa Italia. Ele fez de tudo. Tomou um gol olímpico logo de cara, mas se recuperou com grandes defesas e ainda iniciou o lance do empate com um lindo lançamento.

A Inter de Milão retorna ao futebol com eliminação e, olhando friamente para os resultados "recentes", soma outro negativo. Seria uma forma de encarar, lembrando as derrotas para Juventus, Lazio e Napoli antes da parada. Mas seria cruel colocar tudo na mesma conta após tanto tempo.
A equipe de Conte apresentou novidades e fez um belo primeiro tempo. O técnico promoveu uma adaptação do seu trio central para tentar extrair mais de Eriksen, que chegou em janeiro e não convenceu nas primeiras atuações.

Barella atuou ao lado de Brozovic, em uma dupla de volantes atrás do meia dinamarquês. E o trio funcionou muito bem na primeira etapa, superando a marcação adversária com qualidade de passe. Pelos lados, a Inter encontrava espaços e produziu chances, com Ashley Young e principalmente Candreva.

Lukaku e Lautaro também geraram vantagens no pivô, atraindo os zagueiros, recebendo de costas e criando avanços. Curioso também foi o papel ofensivo dos defensores da Inter, com Skriniar e Bastoni se projetando pelos lados.

Só que Ospina brilhou de forma providencial e, em dois minutos, decidiu a partida. Uma defesaça em chute de Candreva e, logo depois, o lançamento para o empate de um Napoli que era inferior.

O segundo tempo já foi diferente, com o Napoli melhor posicionado sem bola, além da natural queda de ritmo por conta do cansaço de todos. Ainda assim, Ospina apareceu novamente.

O Napoli está na decisão e enfrentará a Juventus de Sarri, que certamente será um dos principais personagens da final da próxima semana. Ospina, que seria outro, tomou amarelo por gastar tempo e está suspenso.

A Inter deixou boa impressão inicial, mas, eliminada da Copa, precisará ser impecável se ainda quiser ter alguma chance de título no campeonato nacional.