PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Posse de Bola


São Paulo comemora vendas e não títulos

Antony, do Sao Paulo, comemora seu gol durante partida contra o Vasco pelo campeonato Brasileiro - Bruno Ulivieri/AGIF
Antony, do Sao Paulo, comemora seu gol durante partida contra o Vasco pelo campeonato Brasileiro Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF
Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi

Dar continuidade, atualizar e incrementar o "Posse de Bola" com informações quentes e análises ao longo da semana -- com a chancela da dupla que criou o Podcast, trabalhou junta desde os primórdios no Notícias Populares, passando pela ESPN, e hoje tem um canal no Youtube.

15/02/2020 10h13

A diretoria do São Paulo anunciou, com pompa, a venda de Antony para o Ajax, da Holanda, ressaltando a engenharia financeira, o bom preço, os dividendos, a oportunidade e uma porção de outras façanhas no negócio.

É uma estratégia batida desta gestão, que tem Leco como presidente e Alexandre Pássaro como diretor financeiro. O São Paulo deles sabe vender bem para a mídia uma "boa venda".

Antony é outro campeão da Copa SP de 2019 a sair. Antes dele, partiram Tuta, Morato, Gabriel Novaes... Diferentemente dos colegas, Antony ainda conseguiu uma sequência mínima no time profissional e jogará ainda o Paulistinha e a fase de grupos da Libertadores. Ainda teve um aproveitamento esportivo, além do financeiro.

Das gerações anteriores à de Antony, já haviam sido negociados Militão, David Neres, Luiz Araújo, Lyanco, entre outros.

O que essas vendas todas têm em comum, além da conversa para boi dormir de que foram ótimos negócios? Elas não solucionaram os problemas financeiros do clube e, de quebra, não resultaram em nenhum título dentro de campo. O dinheiro evaporou e foi parcialmente consumido por contratações e decisões estapafúrdias.

A saída de Antony, por sinal, cobre um rombo do ano passado e não resolve o perrengue deste ano, o último da gestão Leco.

A diretoria atual do São Paulo comemora vendas e não troféus. E vai passar para a história como aquela que mais arrecadou e menos venceu. Parabéns aos envolvidos. (Arnaldo Ribeiro)

Posse de Bola