PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Posse de Bola


Seleção classificada para a Olimpíada é uma roubada para o torcedor

Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi

Dar continuidade, atualizar e incrementar o "Posse de Bola" com informações quentes e análises ao longo da semana -- com a chancela da dupla que criou o Podcast, trabalhou junta desde os primórdios no Notícias Populares, passando pela ESPN, e hoje tem um canal no Youtube.

11/02/2020 16h13

Vencer a Argentina é sempre bom, já diria Galvão Bueno. Jogando bem então... Mas o torcedor brasileiro, aquele apaixonado, não tem motivo algum para comemorar a classificação para os Jogos de Tóquio.

A Olimpíada, de 24/7 a 9/8, desfalcará os times brasileiros em pelo menos três rodadas do Brasileirão e também em etapas decisivas da Libertadores (oitavas de final), Copa do Brasil (quartas e semi) e Sul-Americana (oitavas).

Isso pouco depois de a Copa América (mais uma !), de 12/6 a 12/7, ter possivelmente mutilado o teu time por, acredite, 10 rodadas do Campeonato Brasileiro. Eu disse 10 !

Para a Copa América resta apelar para o bom senso que Tite e sua comissão não tiveram agora: priorizar totalmente a convocação de jogadores que atuam no exterior, já que é Data Fifa e os clubes são obrigados a liberar.

Olimpíada não é Data Fifa e ninguém é obrigado a liberar jogador algum - normalmente o clube que cede sem chiar é aquele que precisa vender desesperadamente um de seus atletas. Olimpíada e futebol também não combinam - muitas vezes as partidas são disputadas em outras cidades; a turma do futebol nem convive com os outros atletas na Vila Olímpica...

E vamos combinar: aquela obsessão pela inédita medalha de ouro acabou. Acabou com aquele gol de pênalti de Neymar no Maracanã contra o time Z da Alemanha. O Brasil deveria disputar os Jogos de Tóquio com um time Z, sem nenhum jogador importante de qualquer time da série A do futebol brasileiro. (Arnaldo Ribeiro)

Posse de Bola