PUBLICIDADE
Topo

Empresa dos bares do Pacaembu explica preços altos: 'Estamos aprendendo'

Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi

Dar continuidade, atualizar e incrementar o "Posse de Bola" com informações quentes e análises ao longo da semana -- com a chancela da dupla que criou o Podcast, trabalhou junta desde os primórdios no Notícias Populares, passando pela ESPN, e hoje tem um canal no Youtube.

31/01/2020 11h34

O torcedor que foi ao Pacaembu quarta-feira tomou um susto. O valor cobrado nos bares dentro do estádio estavam padrão "Liga dos Campeões". Mas era só um Palmeiras x Oeste pelo Campeonato Paulista.

Cachorro quente + batata frita + bebida (sem álcool): R$ 34

Sanduíche de costela: R$ 45

Pão de queijo + bebida (sem álcool): R$20.

A grita foi grande nas mídias sociais. O Procon acionou a Cinemark, empresa que passou a operar nos bares do estádio desde que foi iniciada a concessão à iniciativa privada.

Daniel Campos, diretor de marketing da Cinemark, dá sua explicação. Segundo ele, a empresa não tem know how para operar em estádios (o foco é em cinemas) e que está em processo de aprendizado. O que ele disse:

"1. Fechamos um acordo para três jogos para entender como é a operação no estádio. Essa operação acontece como um evento: montamos e desmontamos a cozinha, levamos nosso time dos cinemas? O objetivo é aprender com o estádio e com os clientes.

2. Nossa operação funciona apenas na área de hospitalidade (convidados nos camarotes e salão nobre) e nas duas estruturas atrás das cadeiras cobertas azuis, não está no estádio todo.

3. A operação começou na final da copinha, teve um segundo teste na quarta-feira e terá um terceiro no dia 10/02. Nada é definitivo, estamos testando produtos, a forma de operar e os preços.

Todos os feedbacks de clientes estão sendo considerados e escutar é nosso grande foco nessa fase de testes.

Acreditamos na experiência do futebol como entretenimento, mas nunca foi foco da Cinemark, estamos aprendendo."

Daniel explicou ainda o item do cardápio que mais chamou a atenção, o sanduíche de costela por R$ 45. Segundo ele, como a operação apenas foi transferida dos cinemas para o estádio, o cardápio não mudou. O sanduíche de costela é um item oferecido em cinemas que têm operações especiais e preços diferenciados.

Como era necessário ter sanduíches no cardápio do estádio, a Cinemark apenas levou o item gourmet para o Pacaembu. Para a partida entre Santos x Botafogo, dia 10 de fevereiro, a promessa é a de que estarão disponíveis outras opções de lanches, mais baratas.

Por Eduardo Tironi