PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Posse de Bola


Nenhum brasileiro finaliza tão bem como Gabigol

Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi

Dar continuidade, atualizar e incrementar o "Posse de Bola" com informações quentes e análises ao longo da semana -- com a chancela da dupla que criou o Podcast, trabalhou junta desde os primórdios no Notícias Populares, passando pela ESPN, e hoje tem um canal no Youtube.

28/01/2020 15h26

No dia do "Fico" de Gabigol no Flamengo, uma reflexão que transcende o negócio (se o clube pagou muito ou pouco) e a idolatria (que jogador hoje é mais querido pelo torcedor do que ele?): o Flamengo está contratando de forma definitiva o melhor finalizador brasileiro na atualidade e nos últimos tempos.

No quesito "fazer gols", e apenas neste quesito, Gabigol é o nosso atacante mais letal desde Romário — alguma contestação?

Sua precisão com a canhota e a frieza com a qual conclui o colocam num outro patamar no futebol brasileiro. Ou melhor, entre todos os atacantes brasileiros, incluindo os que jogam fora.

Quem finaliza melhor? Gabriel Barbosa ou Gabriel Jesus? Gabriel Barbosa ou Roberto Firmino? Na arte de marcar gols, o artilheiro dos Brasileirões de 2018 e 2019, não tem concorrência. Certamente essa característica vai pesar nas próximas convocações de Tite.

Outro fator que favorece Gabigol na seleção. A parceria com Neymar, que extrapola os gramados e vem desde os tempos de Santos.

Pensando no pacote todo, e isso será tema do Posse de Bola #18 na próxima segunda-feira (com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira e Eduardo Tironi), Gabigol acerta ao decidir ficar no Brasil, como principal símbolo de uma geração de fãs do clube mais popular do país, e o Flamengo acertar ao investir alto e garantir a permanência de um jogador simplesmente insubstituível. (Arnaldo Ribeiro)

Posse de Bola