PUBLICIDADE
Topo

Pole Position

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Pietro Fittipaldi confirma volta à Indy dividindo carro com Romain Grosjean

Pietro Fittipaldi substituiu Grosjean nas duas últimas corridas do ano - Zak Mauger / LAT Images
Pietro Fittipaldi substituiu Grosjean nas duas últimas corridas do ano Imagem: Zak Mauger / LAT Images
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

04/03/2021 10h03

No mesmo dia em que a equipe da qual é piloto de testes na Fórmula 1, a Haas, mostrou sua pintura para a temporada 2021, Pietro Fittipaldi anunciou que vai competir na Fórmula Indy nesta temporada. Ele vai dividir o carro da equipe Dale Coyne Racing, com a qual fez sua estreia na categoria, com Romain Grosjean, disputando todas as provas em circuitos ovais, incluindo as 500 Milhas de Indianápolis.

O francês Grosjean, estreante na Indy em 2021, vai competir nos circuitos mistos e de rua. Ele preferiu não se arriscar nos ovais, especialmente depois do grave acidente que sofreu no GP do Bahrein, no que acabou sendo sua última largada na F1. Assim, será a segunda vez que os destinos de Grosjean e Fittipaldi se cruzam, uma vez que o brasileiro foi o substituto do francês nas duas últimas corridas do ano, enquanto ele se recuperava das queimaduras que sofreu nas mãos.

A exemplo dos dois GPs que disputou na F1, o palmeirense Fittipaldi vai usar o número 51. Mas, desta vez, trata-se de uma coincidência bem-vinda para ele. "Estou muito feliz por correr contra os ovais nesta temporada no carro nº 51 da Dale Coyne Racing. "O número 51 é o mesmo que usei na minha estreia na Fórmula 1 no ano passado, então é uma coincidência legal. Já trabalhei com alguns dos caras da Dale Coyne Racing na minha primeira passagem na Indy, então estou feliz por trabalhar com eles de novo. Tenho certeza de que vamos conseguir ótimos resultados. Eu estou realmente empolgado!", disse Fittipaldi.

"Também estou muito feliz por dividir o carro com Romain (Grosjean). Nós somos amigos. Nos tornamos amigos enquanto estávamos trabalhando juntos na Haas e é ótimo ser companheiro de equipe dele novamente".

O anúncio significa que Pietro finalmente vai ter a chance de disputar as 500 Milhas de Indianápolis. Ele estava inscrito na prova de 2018, mas sofreu um grave acidente, fraturando ambas as pernas, semanas antes da prova. A batida foi quando Pietro disputava o Mundial de Endurance, na pista de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Quando o brasileiro voltou a correr, poucos meses depois, ainda estava longe de ter uma vida normal fora das pistas, mas retornou justamente pela Dale Coyne Racing, fazendo seis provas, obtendo seu melhor resultado na penúltima etapa daquela temporada, no Portland International Raceway, com um nono lugar.

"Estou muito animado para correr nas 500 Milhas de Indianápolis. É um sonho que tenho desde criança correr na Indy 500. Todos os carros de Dale foi competitivos lá no ano passado e nos anos anteriores, e vamos tentar fazer o mesmo neste ano", disse o piloto de 24 anos, neto de Emerson Fittipaldi, que venceu a prova em Indianápolis em duas ocasiões.

"Gostamos de trabalhar com Pietro em 2018, e foi uma pena que a temporada dele foi mais curta do que o planejado, então é ótimo poder dar a ele outra chance de fazer algumas corridas na Indy, e também lhe dar outra oportunidade de participar das 500 Milhas e realizar um de seus sonhos de infância. Estamos animados por ele compartilhar o carro 51 com Grosjean. Isso vai nos dar uma formação forte para a temporada inteira", disse o proprietário da equipe, Dale Coyne.

Depois de marcar presença nas duas primeiras etapas do campeonato da F1, dia 28 de março, no Bahrein, e em 18 de abril, em Imola, na Itália, como piloto resreva da Haas, Fittipaldi vai para os Estados Unidos fazer sua estreia na temporada 2021 da Indy correndo no Texas nos dias 1 e 2 de maio, e logo seguirá para os treinos em Indianápolis.