PUBLICIDADE
Topo

Pole Position

Equipe de Fittipaldi confirma Nikita Mazepin como um dos pilotos para 2021

Nikita Mazepin será um dos pilotos da Haas na F1 em 2021 - Divulgação/Haas
Nikita Mazepin será um dos pilotos da Haas na F1 em 2021 Imagem: Divulgação/Haas
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

01/12/2020 05h59

Um dia depois de confirmar que Pietro Fittipaldi vai substituir Romain Grosjean, que tem alta programada para esta quarta-feira do hospital em que está internado desde o domingo, quando sofreu um acidente impressionante no GP do Bahrein, saindo apenas com queimaduras nas mãos, a equipe Haas anunciou que Nikita Mazepin será um dos piloto do time para a temporada 2021.

"Tornar-me um piloto de F1 é um sonho de uma vida que se torna realidade", disse o piloto de 21 anos. "Realmente agradeço a confiança que Gene Haas, Guenther Steiner e toda a equipe colocaram em mim. Eles estão dando a chance a um piloto jovem e eu agradeço isso. Estou animado para começar nossa relação juntos, tanto dentro, quanto fora da pista, e quero demonstrar minha habilidade depois de uma temporada forte na F2. Vou assumir minha responsabilidade e mal posso esperar para começar!"

O anúncio já era esperado, e acredita-se que deva ser seguido da confirmação de que Mick Schumacher será seu companheiro. O alemão, filho de Michael Schumacher, é o líder do campeonato da Fórmula 2, que faz sua última etapa neste final de semana, também no Bahrein. Mazepin está em terceiro lugar no campeonato e também tem chances de título em seu segundo ano na categoria. Em 2018, ele foi vice-campeão da Fórmula 3.

O russo será o terceiro filho de bilionário no grid, e o mais rico de todos: seu pai é magnata do ramo de energia na Rússia e tem fortuna estimada em mais de 7 bilhões de dólares. Isso significa que ele é mais rico do que as famílias Stroll - que comprou até a montadora Aston Martin, além da equipe Racing Point, trazendo o nome da marca de volta à F1 - e Latifi, que socorreu financeiramente a Williams no começo do ano.

A Haas também está aberta a negociações para eventuais compradores. O dono, Gene Haas, não ficou satisfeito com o grau de independência mantido entre as equipes com as regras de 2022. Como seu time é o que tem a menor estrutura no grid, ele preferia que fosse possível comprar mais itens de outros times. A chegada de Mazepin pode significar uma saída para o futuro da equipe.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.