PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


Fora de GP por covid, Perez diz que foi ao México visitar mãe após acidente

Sergio Perez, piloto da Racing Point - Divulgação/Racing Point
Sergio Perez, piloto da Racing Point Imagem: Divulgação/Racing Point
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

31/07/2020 06h15

O mexicano Sergio Perez, que está fora do GP da Grã-Bretanha e muito provavelmente também perderá a quinta etapa do campeonato da F1, no próximo final de semana, depois de testar positivo para coronavírus, gravou um vídeo explicando que foi ao México entre as corridas da Hungria, dia 19 de julho, e o evento em Silverstone para visitar sua mãe, que havia sofrido um acidente.

O piloto da Racing Point afirmou ter seguido todas as recomendações da equipe e da federação de automobilismo e disse ainda que o fato de estar com a doença, mesmo sendo um caso assintomático, só mostra "o quão vulneráveis todos estamos."

A Racing Point escolheu Nico Hulkenberg para substituir Perez. O alemão já está no circuito de Silverstone, onde fez seu teste de covid. É preciso esperar o resultado, além de fazer ajustes no carro, como um assento novo.

Já Perez tem de respeitar as leis locais, de acordo com comunicado da FIA. Isso significa que ele tem de ficar 10 dias em isolamento, segundo uma norma que acabou de ser alterada no Reino Unido. Como a F1 fará duas corridas seguidas em Silverstone, isso deve significar que ele perderá duas corridas em um momento delicado da carreira, em que disputa uma vaga para 2021 com Sebastian Vettel.

"Estou muito triste, é um dos dias mais tristes da minha carreira", o piloto em vídeo publicado em suas mídias sociais. "Coloquei toda minha preparação, todo meu foco, tantas coisas que estão por trás da preparação e? por algo que está fora das nossas mãos? só demonstra o quão vulneráveis estamos em relação a este vírus."

"Segui todas as recomendações vindas da equipe e da FIA. Depois da Hungria, peguei um avião particular para ver minha mãe, que tinha tido um acidente muito forte. Fiquei alguns dias lá e voltei para a Europa."

Sinto-me perfeitamente bem. Não tenho nenhum sintoma. No final das contas, estou colocando tudo em perspectiva e o melhor é que saia com saúde disso e possa voltar às pistas. Quero agradecer a todos os pilotos, que têm me apoiado muito. Sabemos que todos estamos muito vulneráveis esta situação e infelizmente aconteceu comigo. Espero ser o último caso no esporte.

O piloto agradeceu ainda ao apoio da torcida mexicana e disse que gostaria de voltar o quanto antes às pistas, sem dar um prazo. "Tenham muito cuidado. Não podemos abaixar a guarda em nenhum momento."

Pole Position