PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


FIA aceita apelo da Red Bull e Hamilton perde 3 posições no GP da Áustria

Lewis Hamilton da Mercedes durante o treino de classificação na Áustria - Bryn Lennon/Getty Images
Lewis Hamilton da Mercedes durante o treino de classificação na Áustria Imagem: Bryn Lennon/Getty Images
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

05/07/2020 09h23

Antes da largada do Grande Prêmio da Áustria, a Red Bull decidiu apelar junto à FIA a absolvição de Lewis Hamilton. Ontem, o piloto da Mercedes foi investigado por violar duas regras, mas acabou escapando de uma punição. A RBR não ficou satisfeita e pediu aos comissários que analisassem novamente e o britânico, desta vez, foi penalizado e perdeu 3 posições.

Duas horas após o final da classificação, os comissários da Fórmula 1 anunciaram que o piloto da Mercedes estava sob investigação porque não diminuiu a velocidade quando as bandeiras amareladas estavam levantadas a Valtteri Bottas. Além disso, Hamilton não respeitou os limites de pista na curva 10 da primeira volta no Q3.

O piloto alegou que viu o painel verde (equivale a bandeira verde) e a FIA, anteriormente, tinha constatado que havia mesmo alguns painéis da coloração citada por Hamilton onde só deveriam ter os amarelos. O britânico também tinha sido liberado da segunda investigação, porque consideraram apenas a melhor volta no Q3, que foi a segunda.

Com o apelo da Red Bull, os comissários decidiram rever vídeos e encontraram, em novas evidências, a coloração amarela ignorada por Lewis Hamilton. A nova evidência das imagens a bordo do carro do britânico mostram claramente que um painel de luz amarela estava piscando no lado esquerdo da pista, na curva 5. Um painel de luz verde estava piscando no final do setor 9.

Com isso, a Mercedes perdeu a dobradinha de pilotos na estreia da temporada 2020. Valtteri Bottas fez o tempo de 1min02s939 e ficou com a pole position do GP da Áustria. Hamilton fez o segundo melhor tempo e Max Verstappen, o terceiro. A largada do GP da Áustria será às 10h10 da manhã deste domingo, pelo horário de Brasília.

Confira o novo grid de largada para o GP da Áustria:

1. Valterri Bottas (Mercedes) - 1:02.939
2. Max Verstappen (Red Bull) - 1:03.477
3. Lando Norris (McLaren) - 1:03.626
4. Alexander Albon (Red Bull) - 1:03.868
5. Lewis Hamilton (Mercedes) - 1:02.951 (punido)
6. Sergio Perez (Racing Point) - 1.03:868
7. Charles Leclerc (Ferrari) - 1:03.923
8. Carlos Sainz (McLaren) - 1:03.971
9. Lance Stroll (Racing Point) - 1:04.029
10. Daniel Ricciardo (Renault) - 1:04.239
11. Sebastian Vettel (Ferrari) - 1:04. 206
12. Pierre Gasly (AlphaTauri) - 1.04.305
13. Daniil Kvyat (AlphaTauri) - 1:04.431
14. Esteban Ocon (Renault) - 1:04.643
15. Romain Grosjean (Haas) - 1:04.691
16. Kevin Magnussen (Haas) - 1:05.164
17. George Russell (Williams) - 1:05.167
18. Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) - 1:05.175
19. Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) - 1:05.224
20. Nicholas Latifi (Williams) - 1:05.754

Pole Position