PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


Pista 'oval' e pneus diferentes: F1 tenta evitar marasmo em GPs seguidos

Áustria vai abrir a temporada com duas corridas, em julho - CHRISTIAN BRUNA / POOL / AFP
Áustria vai abrir a temporada com duas corridas, em julho Imagem: CHRISTIAN BRUNA / POOL / AFP
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

17/06/2020 04h00

Os adiamentos e cancelamentos causados pelo coronavírus não deixaram alternativa para a Fórmula 1: para garantir que o campeonato começasse o quanto antes, a categoria fará algo inédito em 70 anos de história e terá duas corridas em finais de semana seguidos em um mesmo circuito. Isso vai acontecer logo no início, com duas corridas na Áustria, e nas terceira e quarta etapas, que serão disputadas no circuito de Silverstone, na Inglaterra. E a expectativa é de que haja pelo menos mais uma "dobradinha", ainda não confirmada, no Bahrein.

Isso gerou uma preocupação: como evitar que a segunda corrida em um mesmo circuito seja um repeteco da primeira? A proposta inicial da F1 para as equipes era fazer uma corrida no sábado, com o grid invertido em relação ao resultado da prova do primeiro GP, para formar o grid do segundo GP. Como era necessário ter unanimidade para aprovar a mudança e a Mercedes votou contra, isso não foi adiante.

Para as duas primeiras corridas, na Áustria, portanto, nada será feito. Mas, para as provas em Silverstone, haverá uma mudança sutil, mas que pode movimentar a segunda corrida: a Pirelli vai usar os mesmos compostos de pneus da corrida do ano passado na primeira prova, enquanto o segundo GP disputado em Silverstone terá compostos mais macios. Isso vai garantir que as equipes tenham que rodar mais nos treinos livres e também deve trazer mais desgaste de pneus na segunda corrida, e também sempre há a possibilidade de um carro se adaptar melhor aos compostos do que outro.

F1 correndo em um semi-oval?

Bahrein oval - Reprodução - Reprodução
Circuito alternativo do Bahrein, com formato semelhante a um oval
Imagem: Reprodução

Até o momento, só estão confirmadas duas destas dobradinhas, na Áustria e na Inglaterra, mas a tendência é que o calendário tenha mais etapas do tipo. A F1 ofereceu à Rússia, China e Bahrein a possibilidade de fazer mais de uma etapa, e na pista barenita há uma possibilidade interessante: como as várias configurações de pista possíveis são de categoria 1, necessária para receber a F1 (algo que não acontece com as configurações de Silverstone, por exemplo), é possível correr em traçados diferentes.

É daí que veio a sugestão do diretor técnico da Fórmula 1, Ross Brawn, de usar uma configuração de circuito quase oval, de altíssima velocidade, no Bahrein. A pista usaria o circuito da F1 até a curva 4 e voltaria na curva 13, pulando a parte de baixa velocidade do miolo.

"Uma das atrações do Bahrein é ter várias configurações, então daria para correr em duas pistas diferentes lá", disse Brawn. "E tem uma pista quase oval que seria muito interessante, então é uma opção que temos no bolso. Usar duas configurações exige muito trabalho para a montagem da pista, já que a cronometragem precisa ser montada com antecedência. E precisamos levar isso em consideração."

Do lado do circuito do Bahrein, o único contato feito até o momento foi uma sondagem sobre a possibilidade de fazer mais de uma corrida na pista. A etapa barenita, que estava prevista inicialmente para o final de março, mas foi adiada, deve ser deslocada para o final do campeonato, em dezembro, junto da prova de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, que vai encerrar o ano.

Pole Position