PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


Aos 89, ex-chefão da F-1 Ecclestone espera filho com esposa brasileira

Brasileira Fabiana Flosi ao lado de seu marido Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1 - Reprodução
Brasileira Fabiana Flosi ao lado de seu marido Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1 Imagem: Reprodução
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

02/04/2020 12h12

Atualmente usando sua fazenda de café em Amparo-SP para isolar-se do coronavírus, o ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, aguarda também o nascimento do primeiro filho com a esposa brasileira Fabiana Flosi, de 46 anos. O britânico de 89 anos casou-se com Fabiana, que trabalhava na organização do GP do Brasil, em 2012.

A notícia circulou a internet nesta quinta-feira e foi confirmada pelo jornalista Roger Benoit, que tem amizade de longa data com Ecclestone, do jornal suíço, Blick. O ex-dirigente, que vendeu a Fórmula 1 em um negócio bilionário no final de 2016, e desde então passa muito tempo em sua fazenda no Brasil, disse que o bebê está programado para chegar no verão europeu. "Tomara que ele aprenda a jogar gamão logo!", brincou Ecclestone, que faz 90 anos em outubro.

O britânico, que tem duas filhas do primeiro casamento, disse que teve "bastante tempo para praticar" depois de deixar o comando da Fórmula 1. Ele trabalhou por décadas no esporte, começando como empresário de pilotos nos anos 1960, depois se tornando chefe da equipe Brabham, inclusive levando Nelson Piquet aos dois primeiros títulos mundiais nos anos 80 e então se tornando o representante das equipes e assumindo, enfim, o controle dos direitos comerciais da F-1.

Falando sobre o período de isolamento devido ao coronavírus para um octogenário, Ecclestone disse que não pensa muito no assunto para não se desgastar. "Só quero que seja um bom período para a Fabiana. E, felizmente, a fazenda nunca para de dar trabalho", disse Ecclestone, que há duas semanas mandava mensagens aos amigos mais próximos comemorando os ovos que suas galinhas estavam botando na fazenda.

Pole Position