PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


Mais que uma aula de tiro: carreira de ator é projeto antigo de Hamilton

Lewis Hamilton em treino de tiro - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Lewis Hamilton em treino de tiro Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

15/01/2020 04h00

O hexacampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, está aproveitando as férias da categoria para perseguir um velho sonho: tornar-se ator. O piloto de 35 anos publicou nesta semana dois vídeos no Instagram treinando tiro no Taran Tactical Innovations, na Califórnia, Estados Unidos, mesmo local em que Keanu Reeves costuma se preparar para viver o matador profissional John Wick nos cinemas.

Hamilton chegou a citar o ator, pedindo para que Keanu chame-o para o quarto filme da sequência. "Estou empolgado para mostrar algo em que comecei a trabalhar. Sempre amei filmes de ação e sonhei em estar em um deles um dia. Esse é o primeiro dia e foi muito divertido estar nesse ambiente profissional. Keanu, me liga, o cara está pronto!", publicou o piloto.

Em entrevista ao UOL Esporte, Hamilton revelou que já vem há algum tempo tentando emplacar um papel no cinema, mas reconheceu que o calendário da Fórmula 1 não ajuda.

"Cinema e TV é provavelmente a única coisa que eu não fiz ainda. Quero fazer, mas é mais difícil conciliar. Fiz um teste para um papel faz uns tempos: eu tinha um dia para aprender o papel. Foi durante um dia de desfiles em Paris e eu tinha uns quatro para ir no mesmo dia. Entre um desfile e outro, eu me trocava rápido e me encontrava com uma treinadora. Isso durava uns 20 minutos. E no fim do dia eu tinha que gravar um vídeo para mandar para Los Angeles. Foi tão bacana!"

A experiência serviu mais para ele sentir quais as demandas de Hollywood. "Era um papel grande. Não ia conseguir de jeito nenhum!", riu o inglês. "Acho que quem acabou ficando com ele foi o Kurt Russell ou alguém que trabalhava com ele."

O hexacampeão explicou que uma agência lhe representa nos Estados Unidos para colocá-lo em contato com esse tipo de oportunidade. Além disso, ele usa os desfiles de moda dos quais participa por ter uma coleção assinada em parceria com a Tommy Hilfiger para estabelecer contato com celebridades. "Você acaba cruzando com atores e eles falam 'ah, mas você tem que fazer cinema!" e vamos mantendo contato."

Ele lamentou ainda a chance que teve de fazer um papel na sequência de Top Gun, que vai ser lançada em meados deste ano. "Eu sou muito fã! Mas tomaria todo meu tempo de preparação na pré-temporada".

De fato, a agenda de Hamilton já não é das mais vazias. Além das 22 provas que a Fórmula 1 fará neste ano (uma a mais que ano passado), o piloto ainda segue com sua carreira de estilista. "Estava tentando ver o que eu podia fazer para equilibrar as duas coisas: continuar fazendo o que eu estava fazendo da melhor forma possível e buscar outras coisas. Então comecei a procurar saber onde mais eu era bom, quais eram minha outras paixões. Mas eu não esperava que já tivesse começado."

Apesar da vontade de trilhar outros caminhos longe das pistas, Hamilton já declarou várias vezes recentemente que pretende fechar pelo menos mais um contrato na Fórmula 1. O acordo atual dele com a Mercedes acaba no final deste ano, e ele negocia dentro da equipe e também já conversou com a cúpula da Ferrari.

Hamilton volta às pistas dia 19 de fevereiro, no início dos testes de pré-temporada. O campeonato começa dia 15 de março, na Austrália.

Pole Position