PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Calderano cai na semi do Finals e bate na trave de novo

Hugo Calderano em ação pelo Brasil contra a Sérvia nas Olimpíadas de Tóquio - Adek Berry/AFP
Hugo Calderano em ação pelo Brasil contra a Sérvia nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Adek Berry/AFP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

06/12/2021 13h13

Hugo Calderano mais uma vez quase chegou lá. Depois de ser eliminado nas quartas de final da Olimpíada e do Mundial, nos dois casos sofrendo dolorosas derrotas por virada, nesta segunda-feira (6) ele alcançou uma inédita semifinal de WTT Cup Finals, evento final da temporada, que reúne apenas a elite do tênis de mesa. Mas, na disputa por uma vaga na final, acabou derrotado pelo japonês Tomokazu Harimoto.

Atual número 4 do mundo, Calderano pela primeira vez chegou entre os quatro primeiros de uma competição que reúne os melhores da modalidade. Para isso, ele contou com uma rara vitória sobre um chinês, Lin Gaouyan, sétimo do ranking, na primeira rodada, de oitavas de final. E o triunfo foi por 3 sets a 0.

Nas quartas de final, já nesta segunda-feira, ele venceu por 3 a 1 o surpreendente Quadri Aruna, da Nigéria, que chegou até as quartas de final do Mundial e, no WTT Cup Finals, eliminou um chinês na primeira rodada.

Depois, pela semi, Calderano entrou em quadra para enfrentar o japonês Harimoto, jovem astro de 18 anos e quinto do mundo. O garoto dominou a partida quase de ponta a ponta, porém, e venceu por 4 sets a 1 (11/6, 11/9, 14/16, 11/5 e 11/3). Na final, Harimoto enfrenta o chinês Zhendong Fan, que recentemente foi campeão mundial.

Na competição disputada em Houston (EUA) na semana passada, Calderano venceu três duelos complicados contra europeus e chegou abrir 3 sets a 0 contra o chinês Jingkun Liang, então nono do mundo, nas quartas de final. Mais um set e ele teria medalha garantida. Mas o brasileiro acabou sendo superado mentalmente pelo adversário, perdeu quatro sets seguidos e foi eliminado.