PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Pedido de dispensa de Marquinhos após vacina para olímpicos causa incômodo

Marquinhos comemora vitória da seleção brasileira masculina de basquete sobre a Espanha na Arena Carioca 1 - André Mourão/O Dia/NOPP
Marquinhos comemora vitória da seleção brasileira masculina de basquete sobre a Espanha na Arena Carioca 1 Imagem: André Mourão/O Dia/NOPP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

05/06/2021 14h59

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) ficou incomodada ao receber mais dois pedidos de dispensa na seleção masculina que se prepara para disputar o Pré-Olímpico Mundial entre o fim de junho e o início de julho. Ontem (4), Raulzinho alegou razões pessoais para pedir dispensa, apesar de seu time ter sido eliminado da NBA, enquanto Marquinhos foi além e anunciou que está se aposentando da equipe nacional.

Em declarações enviadas pela assessoria de imprensa da CBB, Diego Jeleilate, diretor técnico da seleção masculina, mostrou seu incômodo: "A cinco dias da viagem, após cumprida uma série de protocolos, incluindo a vacinação dos jogadores, uma notícia como essa nos pega de surpresa e é difícil de assimilar", afirmou.

A CBB fez a convocação para o Pré-Olímpico da Croácia em três partes. Primeiro foram anunciados 25 nomes, que são os jogadores previamente inscritos na Olimpíada para o caso de o Brasil conseguir a vaga. Essa inscrição prévia é importante para a solicitação de visto e os outros procedimentos burocráticos, uma vez que o Pré-Olímpico termina em 4 de julho e a primeira rodada da Olimpíada é só 20 dias depois.

Todos esses 25 atletas foram incluídos, então, na lista daqueles que poderiam receber vacinas contra a covid doadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Marquinhos tomou a primeira dose dentro desse grupo. Assim como Gui Santos, que em seguida anunciou seu pedido de dispensa para viajar aos Estados Unidos e focar nos treinos para o Draft da NBA, que vai acontecer durante a Olimpíada.

Após Gui Santos e Didi pedirem dispensa, o técnico Alexsandar Petrovic anunciou uma lista menor, com 17 nomes, ainda incluindo Marquinhos e Raulzinho e destacando que sabia do risco de não contar com o segundo, que estava jogando os playoffs da NBA. Quando o time dele foi eliminado, Petrovic chegou a comemorar a não chegada de nenhum pedido de dispensa, mas o fez cedo demais.

"Para mim, foi uma decepção quando jovens pediram dispensa para não jogar na seleção. Agora, não sei as razões de Raulzinho e Marquinhos. Posso entender a aposentadoria do Marquinhos após tantos anos jogando na seleção, mas penso que neste momento não vou chorar por nada, vou me concentrar com os jogadores que vão se apresentar para os treinos e vamos trabalhar firme para conseguir essa vaga olímpica", comentou o treinador.

O pedido de dispensa de Marquinhos, especialmente, causou incômodo não apenas pelo fato de o anúncio ter sido tardio, quando a convocação já havia sido restrita a um grupo que não tem nenhum atleta com as características dele, mas também porque ele só fez o anúncio depois de se vacinar, o que acaba colocando em xeque todo o processo conduzido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Procurado pela reportagem, Marquinhos disse que não tem nada a comentar. O jogador de 37 anos, que está desde 2012 no Flamengo, tem uma proposta do São Paulo e pode trocar a Gávea pelo Morumbi nos próximos dias.