PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Estado de saúde de Renan Dal Zotto regride e técnico volta a ser intubado

Renan Dal Zotto no duelo do Brasil contra o Canadá - FIVB/Divulgação
Renan Dal Zotto no duelo do Brasil contra o Canadá Imagem: FIVB/Divulgação
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

26/04/2021 12h01

O estado de saúde do técnico Renan Dal Zotto voltou a piorar ontem (25) e ele precisou ser novamente intubado, dois dias depois de ser extubado. O treinador está internado no Hospital Samaritano, do Rio de Janeiro, desde a segunda-feira da semana passada, infectado com a covid.

Renan vinha tendo uma melhora contínua na condição clínica desde terça-feira, depois de passar também por um cateterismo em duas artérias, e foi extubado no sábado. A expectativa era que, ontem, domingo, ele já voltasse a interagir com as pessoas, com a sedação sendo reduzida.

Mas, pelo que apurou o Olhar Olímpico, ele teve febre e foi submetido a novos exames, que apontaram que ele está com uma pneumonia bacteriana, causada, provavelmente, pela intubação. Assim, ele precisou ser novamente intubado, mas agora sem a inflamação causada pelo coronavírus. Com relação à trombose a situação é bem melhor, e ele inclusive já não recebe mais medicação para esse problema.

Em boletim médico, o Samaritano explicou que Renan "apresentou piora no padrão respiratório, quadro comum nos casos de covid". "No último domingo (25/4), foram necessários novos procedimentos de sedação e intubação. O estado de saúde do paciente inspira cuidados", informou o hospital.

Siga o Olhar Olímpico no Twitter e no Instagram e receba atualizações diárias no canal do Telegram.

À tarde, a CBV soltou nota informando que Renan "apresentou piora no padrão respiratório no último domingo e, por isso, foi necessário novo procedimento de sedação e intubação". "Porém, houve troca de medicações e o treinador reagiu bem. Nesta última noite, Renan se manteve estável e já nesta segunda-feira (26.04) apresentou uma melhora leve do quadro respiratório", informou a confederação.

Além de Renan, o vôlei também tinha o vice-presidente da CBV, Radamés Lattari, internado com o covid. A confederação informou que ele recebeu alta hospitalar hoje e já se recupera em casa.