PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura autoriza e principal CT olímpico de SP reabre

Núcleo de Alto Rendimento de São Paulo - Fabio Arantes/ Secom/ PMSP
Núcleo de Alto Rendimento de São Paulo Imagem: Fabio Arantes/ Secom/ PMSP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

27/07/2020 17h26

Com autorização da prefeitura de São Paulo, o Núcleo de Alto Rendimento (NAR), principal centro de treinamento voltado ao esporte olímpico na capital, reabriu suas portas nesta segunda-feira (27). Por enquanto estão autorizados apenas treinos na pista de atletismo e no campo, com recomendação para se evitar contato físico.

Mantido pelo Instituto Península, uma ONG, o NAR fica dentro de um centro esportivo da prefeitura de São Paulo e conta com pista de atletismo, campo onde treinam as seleções de rúgbi, e um ginásio com academia, tatame, ringue, e outros equipamentos para diversas modalidades. No mesmo terreno fica o CT do boxe, que não tem autorização para reabrir - parte da seleção está em Portugal e outra parte vai treinar em Embu das Artes.

A autorização para reabertura veio no último dia 17, quando o Instituto e a prefeitura assinaram um protocolo setorial, publicado em Diário Oficial no dia seguinte. Por enquanto só estão autorizados treinos individualizados, focado em preparação física e sem compartilhamento de material. Somente atletas de rúgbi, atletismo, boxe e taekwondo serão permitidos de hoje até 30 de agosto. Um único colaborador do complexo dará expediente no local.

A reabertura é importante principalmente para o atletismo, que tem no NAR seu principal centro de treinamento em São Paulo. Atletas que treinavam no Ibirapuera e no Centro Olímpico migraram para lá nos últimos anos. Como esses dois locais seguem fechados e os principais clubes da cidade decidiram abrir apenas para sócios, os atletas olímpicos da capital paulista estavam treinando principalmente em ruas e parques.

Em Bragança Paulista (SP), a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) chegou a reabrir seu centro de treinamento apenas para moradores da cidade, mas foi obrigada a fechar por decisão judicial. Agora que a região de Campinas voltou para a fase laranja do Plano São Paulo, o CT vai poder reabrir, o que acontecerá na segunda-feira da semana que vem, dia 3. Novamente, apenas para atletas que já residem em Bragança, e desde que cumpram vários requisitos.

Volta aos treinos

Nas últimas semanas, paralelamente à Missão Portugal, em que o COB levou diversos atletas à Europa, vários atletas brasileiros de nível olímpico voltaram a treinar. O Maria Lenk, CT do Time Brasil no Rio, foi reaberto no começo da semana passada, inicialmente para cerca de 40 atletas. Treinam ali diariamente os principais nomes dos saltos ornamentais, Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo, das maratonas aquáticas.

Também no Rio foi reaberto o canal de canoagem slalom de Deodoro, para seis atletas da seleção brasileira, numa parceria entre prefeitura, COB e confederação. Em Cascavel (PR) foi inaugurada uma nova base da modalidade, para o caiaque feminino na canoagem velocidade. O grupo de Isaquias Queiroz, em Lagoa Santa (MG), não chegou a precisar parar de treinar.

Algumas das principais duplas de vôlei de praia do país também voltaram a treinar juntas no Rio, após autorização da prefeitura municipal. É caso de Ágatha e Duda. Também garantidas em Tóquio, Ana Patrícia e Rebecca se reencontraram no fim da semana passada, em Fortaleza.

Em Portugal treinam as seleções de ginástica artística, ginástica rítmica (Sangalhos), judô (Coimbra) e boxe, além do dueto do nado artístico e 10 atletas da natação (Rio Maior). Nesta segunda-feira se juntaram a eles as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, que vão treinar em Cascais. Elas chegaram no sábado.