PUBLICIDADE
Topo

Boxe abre mão de 12 vagas em Portugal para treinar em Embu das Artes

Treino da seleção de boxe em Portugal - Marcello Bravo/COB
Treino da seleção de boxe em Portugal Imagem: Marcello Bravo/COB
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

24/07/2020 12h00

Com 10 atletas treinando em Portugal, bancados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) convocou outros 21 boxeadores para um camping de treinamento que deve começar na semana que vem. A entidade, que tem um centro de treinamento em uma estrutura ainda fechada da prefeitura de São Paulo, vai confinar os atletas em uma chácara na cidade de Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo.

O COB havia oferecido 22 vagas na Missão Europa para o boxe, beneficiando 11 dos 13 atletas com chance de se classificar para Tóquio (o Pré-Olímpico que deveria ter ocorrido em março foi adiado) e outros 11 sparrings, de preferência juvenis. A CBBoxe, porém, abriu mão da oportunidade e só dez atletas viajaram para Portugal e estão treinando em Rio Maior.

Ao blog, a confederação explicou que "a comissão técnica avaliou esse formato como melhor condição de treinamento para atender todos os atletas, inclusive quanto aos juvenis". A entidade avalia que os mais jovens precisam se preparar para o Mundial Juvenil que segue mantido para a Polônia, de 2 a 9 de novembro.

A CBBoxe mantém há anos um formato de seleção permanente, renovada a cada ciclo olímpico, que treina num centro de treinamento em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, e se aloja em residências alugadas pela confederação. Em tese, o ciclo olímpico para Tóquio havia se encerrado em fevereiro, quando uma seletiva interna definiu os últimos três dos 13 convocados para o Pré-Olímpico.

Desses 13 escolhidos para, nove estão em Portugal: sete dos oito da seleção masculina e duas das cinco da seleção feminina. Os demais, e também os preteridos na seletiva, vão ficar treinando em Embu e se apresentaram à CBBoxe no início da semana. São os casos de Grazieli de Jesus (51kg), Beatriz Soares (69kg), Flávia Figueiredo (75kg) e Carlos Rocha (57kg). No total, serão 11 boxeadores "adultos" em Embu, além de 10 juvenis.

A CBBoxe diz que, na "base de treinamento" de Embu, os treinos de contato só ocorrerão "após as autoridades Estaduais e Municipais flexibilizarem a condição de quarentena permitindo essa condição, e atendendo às condições exigidas pelas normas de flexibilização".

Mas, sendo a chácara uma propriedade particular, em tese as autoridades sanitárias não poderiam impedir treinamentos. É o que acontece em São Roque (SP), onde, desde abril, uma chácara recebe um camping permanente de alto rendimento, montado pela equipe de taekwondo Two Brothers, de São Caetano do Sul (SP). Treinam lá, entre outros, Ícaro Miguel e Milena Titoneli, já classificados para a Olimpíada, além de convidados como Valéria Kumizaki, principal nome do caratê brasileiro feminino.