PUBLICIDADE
Topo

Derly deixa secretaria de Esporte para concorrer a prefeito de Porto Alegre

João Derly - Divulgação/Governo RS
João Derly Imagem: Divulgação/Governo RS
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

04/06/2020 14h34

O ex-judoca João Derly deverá mesmos ser candidato a prefeitura de Porto Alegre pelo Republicanos, partido de Marcelo Crivella e de dois filhos do presidente Jair Bolsonaro: Flávio e Carlos. Para poder trabalhar na sua por enquanto pré-candidatura, Derly deixou ontem (3) o posto de Secretário de Esporte do governo do Rio Grande do Sul, indicando um treinador de judô como seu substituto.

Campeão mundial em 2005, no Egito, e depois em 2007, no Rio, Derly foi obrigado a se aposentar cedo, depois de uma série de lesões, e logo entrou na política. Filiado ao PCdoB, foi eleito vereador de Porto Alegre em 2012 e deputado federal em 2014, sempre em dobradinha com Manuela D'Avila, que agora deverá ser sua adversária pela prefeitura.

Em 2018, já pela Rede, não conseguiu se reeleger deputado federal, mas saiu da Câmara direto para o governo gaúcho, onde o governador Eduardo Leite (PSDB) criou a Secretaria do Esporte e Lazer para alojar ele e o então PRB (atual Republicanos), ao qual se filiou formalmente em fevereiro passado. No partido, Derly foi convencido a concorrer à prefeitura porto-alegrense.

Ele, porém, continuará controlando a secretaria. Para seu lugar foi nomeado o técnico de judô Francisco Xavier de Vargas Neto, que foi sensei do técnico Kiko, por sua vez sensei de Derly e também seu braço direito na política. "Acredito no esporte como uma ferramenta de inclusão social. Com esse propósito vamos dar continuidade ao excelente trabalho realizado pelo João Derly", destacou o novo secretário em sua posse. Vargas é doutor em Filosofia e Ciências da Educação pela Universidade de Barcelona e professor universitário. Antes, foi precursor do judô gaúcho, hoje potência nacional graças também a Kiko e Derly.