PUBLICIDADE
Topo

Liga de Basquete Feminino será transmitida aos domingos na TV Cultura

Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

06/03/2020 19h54

A Liga de Basquete Feminino (LBF) terá jogos exibidos na televisão em 2020. O torneio, que viu o número de equipes ser reduzido para a temporada que começa no domingo (8), anunciou nesta sexta-feira (6) que terá um jogo por semana transmitido nas tardes de domingo pela TV Cultura. A estreia será já na partida inaugural: Ituano x Santo André, no Dia Internacional da Mulher, às 15h - nas demais rodadas os jogos serão às 14h.

Quando anunciou a tabela da competição, na semana passada, a LBF já havia marcado jogos para todos os domingos às 15h, indicando que esse seria o "horário da TV", faltando confirmar a emissora. O acerto só foi confirmado a dois dias de abertura, com a TV Cultura, que recentemente voltou a apostar em esporte. Recebendo o sinal pronto das partidas, o canal estatal paulista já transmite a Superliga Masculina (sábado à noite) e a Feminina (domingo à noite).

A LBF já teve jogos exibidos na TV aberta na temporada 2018, quando fechou parceria semelhante com a TV Gazeta, também com partidas no domingo à tarde. Depois, semifinais e finais entraram também na grade do SporTV. Na temporada passada os jogos foram exibidos pela ESPN Brasil, nas noites de quinta-feira durante a fase de classificação.

"O acordo com a TV Cultura potencializará a visibilidade e o crescimento da modalidade e segue o esforço realizado pela LBF nos últimos dois anos, quando a liga passou a ter 100% de jogos transmitidos, entre televisão e internet", comentou o presidente da LBF, Ricardo Molina, em material enviado à imprensa. A liga foi pioneira no Brasil na transmissão de partidas online. Na tabela do torneio que começa no domingo não fica claro se haverá a transmissão pelo canal online.

Com a incerteza da renovação do contrato com a Caixa Econômica Federal, que vence agora em março, a LBF não se comprometeu a pagar despesas dos clubes com as quais antes se responsabilizava. Por isso, clubes tradicionais como Catanduva e Sport não se inscreveram. Por isso a competição terá apenas oito equipes, que jogam em turno e returno.