PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

Coronavírus chega ao esporte com dois casos no ciclismo; pelotão é trancado

Pelotão do Tour dos Emirados Árabes na etapa entre al-Ain até Jebel Hafeet no dia 27 de janeiro de 2020, antes da parada por Covit-19 - Giuseppe Cacace/AFP
Pelotão do Tour dos Emirados Árabes na etapa entre al-Ain até Jebel Hafeet no dia 27 de janeiro de 2020, antes da parada por Covit-19 Imagem: Giuseppe Cacace/AFP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

27/02/2020 18h46

Alguns dos melhores ciclistas do mundo estão trancados em um hotel em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde participavam de uma das mais importantes voltas ciclísticas do calendário internacional. A Volta de Abu Dhabi foi declarada encerrada nesta quinta-feira (27), faltando ainda duas etapas para o fim, por conta do coronavírus, e todos os estrangeiros terão que se submeter a exames para identificar se eles estão livres da doença.

Em nota publicada já na madrugada de sexta-feira (28) no Golfo Pérsico, o conselho de esportes de Abu Dhabi informou que dois casos foram confirmados no pelotão, ambos de italianos que fazem parte do staff de uma das equipes participantes da competição. Informações de veículos de imprensa presentes no tour dão conta de que seriam massagistas do time local UAE Tour.

O caso marca a chegada do coronavírus ao esporte, e de forma preocupante. Em voltas ciclísticas como este que acontece nos Emirados Árabes Unidos, ciclistas, membros de equipe, jornalista e diversos profissionais se locomovem juntos de uma sede para outra, ficando também usualmente nos mesmos hotéis. Isso significa que todas essas pessoas do meio esportivo estiveram em contato com direto ou indireto com dois indivíduos contaminados.

Três países do Golfo Pérsico confirmaram os primeiros casos de coronavírus esta semana, todos de pessoas vindas do Irã, país que faz divisa com os Emirados Árabes e onde ontem (26) o governo anunciou que 19 pessoas já morreram devido à doença.

Nos Emirados Árabes Unidos, especificamente, eram 13 casos até ontem, quando o governo afirmou que não cogitava, ainda, suspender eventos públicos. Dubai vai receber a partir de outubro a Expo 2020, feira mundial que deve atrair 70 milhões de pessoas até abril do ano que vem.

Nesta quinta (27), porém, atletas, equipes e jornalistas foram surpreendidos com a chegada de equipes de saúde no hotel onde estão hospedados em Abu Dhabi, depois da realização da etapa do dia. Os infectados devem permanecer em quarentena, mas ainda não está claro o que acontecerá com os demais integrantes do pelotão, que podem também ser obrigados a permanecerem trancafiados no hotel.