PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vale mesmo a pena viajar para ser humilhado na Argentina, Timão?

Jogadores de Corinthians e Boca Juniors discutem durante jogo da Libertadores na Bombonera - Agustin Marcarian/Reuters
Jogadores de Corinthians e Boca Juniors discutem durante jogo da Libertadores na Bombonera Imagem: Agustin Marcarian/Reuters
só para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

04/07/2022 09h36

Hoje, 4 de julho, é um dia muito especial para a Fiel Torcida.

Afinal de contas, o Timão comemora nesta segunda-feira 10 anos da sua primeira e única Libertadores da América, conquistada diante do poderoso Boca Juniors.

É, meus amigos, mas vejam como o mundo da bola dá voltas e, em uma década depois, muita coisa mudou.

Naquela época, o Corinthians era o principal time do Brasil e todo jogador queria vestir a camisa do clube do Parque São Jorge.

Mas, hoje, o Alvinegro paulistano virou mero coadjuvante no cenário futebolístico brasileiro e sul-americano.

O Timão já não mete medo em ninguém, em casa ou fora.

É um elenco curtíssimo que mescla nomes consagrados no futebol, só que já veteraníssimos, e meninos que ainda não estão maduros para assumir tanta responsabilidade.

E o resultado está aí: com meio grupo machucado, o Alvinegro quase que não tinha 11 para jogar contra o Fluminense (acabou goleado por 4 a 0) e o mesmo deve acontecer para o duelo contra o Boca Juniors, na próxima terça-feira (5).

Por isso, quem avisa amigo é: Timão, nem viaje para a Argentina!

Não vale a pena!

Economize passagem, hotel, traslado, refeições em moeda estrangeira e poupe os seus já cansadíssimos jogadores.

Porque, lá na Bombonera, o estádio mais temido do mundo, o Alvinegro tem tudo para levar sonora goleada e ficar ainda mais abalado psicologicamente.

Não é verdade?

Opine!