PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

O primeiro brasileiro a vencer a Champions League comemora hoje 88 anos

Canário e Di Stéfano erguem a nobre taça da Liga dos Campeões  - Seção "Que Fim Levou?"
Canário e Di Stéfano erguem a nobre taça da Liga dos Campeões Imagem: Seção "Que Fim Levou?"
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

24/05/2022 15h05

Você, amigo internauta, já ouviu falar no ex-ponta Canário?

É provável que não.

E isso porque o genial atacante brasileiro, que deu os primeiros passos no futebol no América do Rio, construiu o melhor momento de sua carreira lá na Espanha.

E jogando, por exemplo, no poderoso Real Madrid ao lado de feras como Didi, Puskas, Di Stéfano e Gento.

Inclusive, Canário é, ao lado de Didi, o primeiro brasileiro a vencer a Champions League.

Foi na temporada 1958-59.

No ano seguinte, foi o ponta-direita titular do poderoso ataque que consagrou o time merengue campeão novamente, ao lado de Del Sol, Di Stéfano, Puskas e Gento.

Canário brilhou também na década de 1960 no Sevilla, no Zaragoza e no Mallorca.

Pela seleção brasileira, fez apenas sete partidas, no ano de 1956.

E isso "talvez" porque ele tivesse naquela época que disputar posição com Julinho Botelho, com Joel (do Flamengo) e com um certo Mané Garrincha.

Após parar com a bola, Canário ficou pela Espanha, residindo até hoje em Zaragoza.

E, para homenageá-lo, publico abaixo o belíssimo acervo fotográfico que tenho de sua carreira em minha seção "Que Fim Levou?".

São registros históricos de um tempo que infelizmente não volta mais.

Muitos anos de vida, Canário!

Garrincha, com a camisa do Botafogo, e Canário, com o manto do América-RJ. Foto enviada por Roberto Saponari

Em pé, da esquerda para a direita, Jorge, Miltão, Lúcio, Sebastião Leônidas, Amaro, Wilson Santos e Olavo. Agachados, da esquerda para a direita, Canário, Calazans, Ilton Porco, Antoninho, João Carlos e Nilo. Foto enviada por Roberto Saponari

Da esquerda para a direita, em pé: Canário, Dominguez, Zárraga, Di Stéfano e Gento. Foto enviada por José Alves

Da esquerda para a direita, em pé: o goleiro Dominguez, Marquitos, Santamaria, Casado, Vidal e Pancho. Agachados: Canário, Del Sol, Di Stéfano, Puskas e Gento. Foto enviada por José Alves

Da esquerda para a direita, em pé: o goleiro Dominguez, Marquitos, Santamaria, Pachin, Vidal e Zárraga. Agachados: Canário, Del Sol, Di Stéfano, Puskas e Bueno. Foto enviada por José Alves

Da esquerda para a direita, em pé: o goleiro Dominguez, Marquitos, Santamaria, Pachin, Vidal e Zárraga. Agachados: Canário, Del Sol, Di Stéfano, Puskas e Gento. Foto enviada por José Alves

Em foto reproduzida do Diário AS da Espanha, do lado esquerdo, o ex-jogador do América do Rio de Janeiro, Canário e ao seu lado o mito argentino Di Stefano, ambos assistindo a sua grande paixão o Real Madrid e lamentando a postura de Mourinho, técnico merengue em 2011.

A foto é do livro "Vai dar Zebra", de José Rezende Raymundo Quadros

Em pé, da esquerda para a direita: Pompéia, Lúcio, Edson, Ivan, Agnelo e Hélio. Agachados: Canário, Romeiro, Leônidas da Selva, Genoíno e Ferreira

Amistoso contra os tchecos, no Pacaembu, em 08 de agosto de 1956, com vitória brasileira por 4 a 1. Zizinho e Pepe marcaram dois gols cada. Masopust descontou para a Tchecoslováquia. Esta imagem é um registro raro, com Luizinho na Seleção Brasileira, onde atuou em apenas 11 oportunidades. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Formiga, Edson, Nilton Santos, Zózimo e Gylmar. Agachados: Mário Américo, Canário, Luizinho (sentado na bola, sua marca registrada), Gino Orlando, Zizinho e Pepe

Em 1956, no Maracanã, o Brasil venceu o Uruguai por 2 a 0, com gols de Zizinho e Canário. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Veludo, Édson, Zózimo, Formiga e Hélio. Agachados: Canário, Ilton Porco, Leônidas da Selva, Zizinho e Ferreira

Esta é uma formação do Zaragoza em dia de partida importante contra o Valência. Em pé estão Yarza, Cortizo, Santamaría, Reija, Isasi e Pepín. Agachados vemos Andrés Magallón (massagista), Canário, Duca, Marcelino, Villa e Lapetra

Em pé da direita para a esquerda: Djalma Santos, Pompéia, Edson, Formiga, Zózimo e Hélio. Agachados: Canário, Romeiro, Leônidas, Zizinho e Ferreira.Foto crédito: "Romeiro, o sputinik brasileiro", livro de Antônio Carlos Meninéa

Vejam parte do time do América na segunda metade dos anos 50: Em pé: Rubens (que depois iria para a Esportiva de Guaratinguetá), o goleiro Pompéia e o zagueiro baiano Edson (que mais tarde jogaria pelo Palmeiras e também pela Seleção Brasileira). Romeiro, de bigodinho, é o segundo agachado, ladeado por Canário e Leonidas da Selva. Foto crédito: "Romeiro, o sputinik brasileiro", livro de Antônio Carlos Meninéa

Canário aparece aqui em foto da revista "O Cruzeiro" de 1955, na época em que defendia o Olaria, da rua Bariri. Depois, ganhou o mundo e tornou-se ídolo do Real Madrid. Foto enviada por José Eustáquio

Seleção brasileira que venceu o Paraguai, por 5 a 2, em 17 de junho de 1956. Em pé: Djalma Santos, Edson, Veludo, Formiga, Zózimo e Hélio. Agachados: Canário, Romeiro, Leonidas da Selva, Zizinho e Ferreira. A foto é da Revista Manchete Esportiva, 32, de 1956

América em 1956. Em pé: Pompéia, Rubens, Edson, Ivan, Agnelo e Hélio. Agachados: Canário, Romeiro, Leonidas da Selva, Genuíno, Ferreira e Olavo (massagista)

Seleção que venceu a Itália por 2 a 0, no Maracanã, no dia 01 de julho de 1956. Em pé: Djalma Santos, Zózimo, Nilton Santos, Edson, Gylmar e Formiga. Agachados: Mário Américo, Canário, Zizinho, Leonidas da Selva, Didi e Ferreira. A foto é da Revista Esporte Ilustrado, 953

Ataque do Brasil na goleada de 5 a 2 sobre o Paraguai, em 17 de junho de 1956, Canário, Zizinho, Leonidas da Selva, Romeiro e Ferreira. A foto é da Revista Esporte Ilustrado, 949

Canário em foto de capa da Revista Esporte Ilustrado, 952, de 1956

Canário em foto de capa da Revista Esporte Ilustrado, 943, de 1956

Ataque do América em 1956, Canário, Romeiro, Leonidas da Selva, Alarcon e Ferreira. A foto é da Revista Esporte Ilustrado, 933

América em 1955, em pé: Rubens, Pompéia, Édson, Ivã, Agnelo e Helio. Agachados: Canário, Romeiro, Leonidas, Alarcon e Alvinho, a foto é da Revista Esporte Ilustrado

Canário em capa da Revista Manchete Esportiva, 38

Canário em seus tempos de América do Rio, no final dos anos 50

O Real Madrid da temporada 1959/60. Agachados, da esquerda para a direita, os três primeiros são Canário, Didi e Di Stéfano. Foto: UOL

Jóquei brasileiro Urias (à esquerda), contratado pelo Generalíssimo Franco, músico Orpheu Puglia (centro) em excursão por Madrid. E Canário, do Real Madrid (à direita). Foto enviada por Lourival Silvestre

Seleção Brasileira, em um jogo no Maracanã, contra a Itália, em 1956. Brasil 2 x 0 Itália. Da esquerda para a direita, em pé: Djalma Santos, Zózimo, Nilton Santos, Edson (ex-América e Palmeiras), Gilmar e Formiga. Agachados: Mário Américo, Canário, Zizinho, Leônidas da Selva, Didi e Ferreira. Foto enviada por José Eustáquio

Ataque da Seleção Brasileira, em 1956. Da esquerda para a direita, em pé: Canário, Zizinho, Romeiro e Ferreira. Agachado: Leônidas da Selva. Foto enviada por José Eustáquio

Time do Real Madrid, campeão espanhol da temporada 1960/61. Em pé, da esquerda para a direita: Vicente, Marquitos, Santamaria, Casado, Vidal Pachin e Miguel Muños (técnico). Sentados: Canário, Del Sol, Di Stéfano, Puskas e Gento

Pelo Real Madrid. Foto enviada por José Eustáquio

No Maracanã, pela seleção brasileira. Foto enviada por José Eustáquio

Pelo América, na capa da Revista Esporte Ilustrado. Foto enviada por José Eustáquio

Capa de revista, pela seleção brasileira, na Esporte Ilustrado. Foto enviada por José Eustáquio

Edição 112 da revista do Real Madrid, em novembro de 1969. Foto enviada por José Eustáquio