PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vaias a Hugo: a terceirizada rubro-negra tem muito a aprender com a Fiel!

Diego Alves é substituído por Hugo Souza por lesão, na partida entre Flamengo e Ceará - Marcelo Cortes / CRF
Diego Alves é substituído por Hugo Souza por lesão, na partida entre Flamengo e Ceará Imagem: Marcelo Cortes / CRF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

18/05/2022 12h38

A fase do Flamengo é tenebrosa.

E nem os 3 a 0 diante da Universidad Católica foram capazes de amenizar o clima tenso na Gávea.

Tanto que, como escrevi neste espaço ontem à noite, o triunfo do Maracanã deve ter sido o "canto do cisne" de Paulo Sousa no futebol brasileiro.

Ou, como dizem por aí, foi a popular "melhora da morte".

Mas o que me chamou a atenção mesmo ontem - e me indignou - foi a lamentável postura da torcida flamenguista com o goleiro Hugo Souza.

Gente, faz algum sentido você vaiar o jogador do seu time durante a partida?

Para quê?

Para deixá-lo ainda mais nervoso?

Que extrema burrice!

Nisso, a terceirizada rubro-negra tem muito a aprender com a Fiel torcida.

Afinal, durante os 90 minutos, os corintianos apoiam incondicionalmente os seus jogadores.

Jogam junto mesmo!

E nunca fazem gol contra.

Por mais que fora do estádio e até mesmo nas redes sociais alguns tenham também atitudes lamentáveis.

Opine!