PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milton Neves: Essa Sele-Sono realmente não terá chance nenhuma na Copa!

Tite comanda a seleção brasileira em jogo contra o Equador pelas Eliminatórias da Copa - Rodrigo Buendia/Reuters
Tite comanda a seleção brasileira em jogo contra o Equador pelas Eliminatórias da Copa Imagem: Rodrigo Buendia/Reuters
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

27/01/2022 20h10

Equador 1 x 1 Brasil

Ah, mas essa campanha espetacular nas Eliminatórias...

Um empate contra os equatorianos em uma jornada em que o VAR acabou sendo a estrela principal...

E o time não encanta mesmo, que tristeza!

O primeiro tempo foi apimentado.

Depois de Casemiro aproveitar um bate e rebate e fazer um a zero para o Brasil, logo aos 2 minutos de bola rolando, a coisa foi movimentada em Quito.

O goleirão equatoriano se baseou naquela máxima de que "da medalhinha pra baixo tá valendo" e acabou expulso.

Deixou as marcas das travas da sua chuteira no pescoço de Matheus Cunha.

Mas a vantagem numérica brasileira durou pouco, pois Emerson Royal fez uma falta boba e, por já ter cartão amarelo, acabou levando vermelho também.

Sem um defensor, sobrou para Philippe Coutinho, que acabou substituído para a entrada de Daniel Alves.

Puxa, Tite, o seu jogador favorito precisou sair...

Depois, foi a vez de Alisson protagonizar um lance polêmico.

O goleiro brasileiro precisou sair com o pé alto fora da área e no movimento reverso acabou acertando o jogador equatoriano.

O juizão tirou o vermelho do bolso, direto.

Mas, depois de muita choradeira dos brasileiros ele foi checar no VAR e voltou atrás.

Parabéns ao Wilmar Roldán, que teve humildade para perceber o exagero e trocou o vermelho pelo amarelo.

Mas errou feio nos acréscimos, pois o jogo parado por muuuuuito tempo.

E essa demora em cada decisão é um inferno mesmo!

Na etapa final, algumas falhas defensivas do Brasil começaram a aparecer e mais um lance polêmico, inicialmente com marcação de pênalti para o Equador, cometido por Raphinha, aos 10 minutos.

Nova intervenção do VAR e pênalti desmarcado...

Prejudicado por ter um homem a menos na criação (Philippe Coutinho), Vinícius Júnior obviamente não rendeu aquilo que poderia, e Tite resolveu sacá-lo para dar mais uma chance para Gabriel Jesus...

Nosso "artilheiro", aquele que não marcou nenhum gol na última Copa do Mundo...

E os equatorianos empataram, gol de cabeça em cobrança de escanteio, falha primária da defesa...

E nos acréscimos, outro pênalti e outra "expulsão" de Alisson...

Mas, consultando o VAR, mudança de decisão e tudo ficou como estava...

Pois é, mais um jogo que deu sono e a certeza de que dificilmente essa seleção irá longe na Copa do Catar.

Se passar da primeira fase já será uma enorme surpresa!

Fico imaginando quando pegar as grandes forças europeias.

E outra certeza: o VAR, aqui pela América do Sul não se parece em nada com aquele que é boa ferramenta na Europa.

OPINE!