PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

MN: É, Renato, se dinheiro ganhasse jogo o Tio Patinhas seria o Guardiola

Renato Gaúcho durante a partida entre Flamengo e Athletico-PR na Copa do Brasil - Transmissão
Renato Gaúcho durante a partida entre Flamengo e Athletico-PR na Copa do Brasil Imagem: Transmissão
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

28/10/2021 11h33

É, meus amigos, quem fala demais dá bom dia a cavalo, não é mesmo?

E como falou demais Renato Gaúcho, na época em que treinava o Grêmio, sobre os tais "R$ 200 milhões" do Flamengo.

Chegou até a pedir para que a imprensa cobrasse bom futebol do Mengão e do Palmeiras, que tinham muito mais dinheiro do que o Tricolor gaúcho.

E agora, por incrível que pareça, o bocudo Portaluppi conseguiu transformar a seleção da Gávea num catado sem rumo em campo.

Sim, pois o que o Fla jogou mal diante do Furacão na noite de ontem não está escrito no gibi!

A sensação é até de que o Athletico-PR teve dó.

O placar poderia ter sido mais elástico, não acham?

E serviu para dar boa lição a Renato, que dificilmente seguirá na Gávea após o massacre que o Galo promete aplicar diante do Rubro-Negro no próximo sábado.

E aprenda, Portaluppi, se dinheiro ganhasse jogo o Tio Patinhas seria o Guardiola.

Olhe menos para os elencos endinheirados e mais para os belíssimos trabalhos de Barbieri e de Vojvoda no Bragantino e no Fortaleza, respectivamente.

Certo?

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL