PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

MN: No Rio e em BH, atletas jogavam contra Ceni. No Morumbi, jogam por ele!

Rogério Ceni, do São Paulo, gesticula ao lado de Gabriel Pereira, do Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Rogério Ceni, do São Paulo, gesticula ao lado de Gabriel Pereira, do Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

18/10/2021 21h58

São Paulo 1 x 0 Corinthians

O Majestoso foi bom?

Não mesmo!

Joguinho chato, amarrado e com incontáveis passes errados por parte das duas equipes.

Mas o que dizem sobre finais também se encaixa em análises sobre confrontos como esse.

Sim, pois clássico também não se joga, se ganha!

E quem entrou para ganhar, com vontade e comendo a grama do Morumbi, sem sombra de dúvidas, foi o São Paulo, que conseguiu o gol da vitória logo aos sete minutos de bola rolando, com Calleri.

O Corinthians, muito diferente do que apresentou no clássico contra o Palmeiras, foi um time extremamente apático em campo.

Tanto que não é exagero dizer que Tiago Volpi foi um mero espectador do embate.

No fim das contas, não tivemos nenhum novidade no Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Diante de Rogério Ceni, o Corinthians sempre pipocou!

E vejam que estrela tem o ídolo tricolor, que mudou completamente a postura bovina que o Clube da Fé vinha apresentando com Crespo.

Acontece que no Flamengo e no Cruzeiro os atletas, talvez por ciúme, os atletas jogavam contra ele.

No Morumbi, jogam por ele.

Bonito isso, não?

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL