PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milton: Santos se livra da Copa do Brasil. Agora, que se livre da Série B!

Marinho em ação pelo Santos diante do Athletico, pela Copa do Brasil - Fernanda Luz/AGIF
Marinho em ação pelo Santos diante do Athletico, pela Copa do Brasil Imagem: Fernanda Luz/AGIF
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

14/09/2021 23h25

Santos 0 x 1 Athletico-PR

"Há males que vêm para o bem", diria o sempre original e brilhante dramaturgo Mauro "Ovelha" Beting.

E, conforme vocês acompanharam em minha "previsão" publicada neste espaço na manhã de hoje, eu realmente achava que o Santos não ganharia nada se passasse para a próxima fase da Copa do Brasil.

"Nossa, Miltão, mas você está se esquecendo do prêmio de pouco mais de R$ 7 milhões pagos aos semifinalistas?".

Claro que não.

Seria um dinheirinho muito bem-vindo aos esburacados cofres alvinegros.

Mas, e aí, tecnicamente e psicologicamente, como o Santos conseguiria enfrentar o Flamengo no mata-mata seguinte?

Perigava levar surra histórica, como já levou do Rubro-Negro neste ano, e desandar a maionese de Carille lá na Vila Belmiro.

Aí, a Série B, com muito menos cotas de TV e de patrocínio, ficaria mais próxima.

Então, a queda diante do Athletico-PR nesta noite, após a derrota por 1 a 0 na Vila, foi verdadeiramente um livramento.

O Santos se livrou da Copa do Brasil e terá daqui em diante tempo para pensar no que realmente interessa.

Agora, que se livre também da Série B!

Coloque ordem na turma aí, Carille.

Nem que tenha que jogar feio como o seu Corinthians, mas o Peixe precisa escapar!

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL