PUBLICIDADE
Topo

Milly Lacombe

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Torcida do São Paulo dá recado potente de amor à camisa

Torcida do São Paulo no Morumbi - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Torcida do São Paulo no Morumbi Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milly Lacombe

Milly Lacombe, 53, é jornalista, roteirista e escritora. Cronista com coluna nas revistas Trip e Tpm, é autora de cinco livros, entre eles o romance O Ano em Que Morri em Nova York. Acredita em Proust, Machado, Eça, Clarice, Baldwin, Lorde e em longos cafés-da-manhã. Como Nelson Rodrigues acha que o sábado é uma ilusão e, como Camus, que o futebol ensina quase tudo sobre a vida.

Colunista do UOL

22/06/2022 14h23

Soube por um tweet do repórter André Plihal que a torcida do São Paulo já comprou 31 mil ingressos para ir ao Morumbi assistir ao duelo da Copa do Brasil contra o Palmeiras. A estimativa é de que mais de 40 mil apaixonados e apaixonadas estejam presentes ao jogo.

É um recado alto, claro e potente que deveria ser absorvido pelo time e transformado em entrega e competitividade.

As vaias, os xingamentos e a imagem do torcedor se desfazendo de sua camisa logo depois da derrota de virada nos acréscimos para o mesmo rival contrastam com a posterior reação da torcida que avisa que vai lotar o Morumbi.

É mensagem de amor e de paixão. É mensagem de confiança mesmo sabendo que atualmente o rival é um time melhor, mais organizado, mais forte.

É que a gente sabe que o futebol é o esporte que menos liga para estatísticas. É o esporte das conquistas improváveis, do diálogo sem fim entre campo e arquibancada.

Uma vitória contra o Palmeiras pode ser divisora de águas para a temporada. A torcida sabe disso e mostra que não vai abandonar o time ainda que um ou outro torcedor arremesse camisas fora depois de perder.

É perfeitamente possível, aliás, que esse rapaz que se livrou raivosamente da camisa sob testemunho das lentes da TV encontre-se agora mesmo comprando uma novinha em folha e que, recuperado da raiva, esteja outra vez no Morumbi nessa quinta-feira 23 de junho para torcer pelo time que escolheu chamar de seu.