PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

São Paulo encaminha renovação do goleiro reserva Thiago Couto

São Paulo acerta renovação de contrato com goleiro reserva Thiago Couto até 2025 - Marcello Zambrana/AGIF
São Paulo acerta renovação de contrato com goleiro reserva Thiago Couto até 2025 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Marcelo Hazan

Marcelo Hazan é jornalista formado desde 2010. Trabalhou em "LANCE!", "A Tribuna", ge e GOAL como repórter. Cobriu Copas do Mundo 2014 (Brasil) e 2018 (Rússia), Copa América 2015 (Chile), Olimpíada 2016 (Rio) e Mundial de Clubes 2011 (Japão). Também é narrador esportivo, com experiência em Liga dos Campeões, Libertadores sub-20, Paulistão, Carioca e Brasileirão (este para sinal internacional)

Com Brunno Carvalho

20/05/2022 17h21

O São Paulo encaminhou a renovação de contrato do goleiro reserva Thiago Couto. As negociações avançaram nos últimos dias e houve um acerto verbal para um novo vínculo até 2024. A expectativa é de assinatura em breve, possivelmente na semana que vem.

O antigo vínculo terminaria no fim de junho. Ou seja, havia pouco mais de um mês de validade. O atleta de 23 anos atuou como titular ontem (19) na vitória por 3 a 0 sobre o Jorge Wilstermann, pela Sul-Americana.

Com a saída de Tiago Volpi para o Toluca, do México, Thiago Couto automaticamente foi promovido ao posto de reserva imediato do titular Jandrei. Formado na base, ele atuou duas vezes no time principal. Além de ontem (19), também jogou contra o Botafogo de Ribeirão Preto, no dia 19 de março.

"Um atleta seguro no dia a dia. Semana que vem deve jogar de novo. Não temos mais Volpi, só Jandrei e temos que dar jogo para ele. Temos que ter alguém preparado. Tem que jogar mais 90 minutos contra o Ayacucho e depois estar atento para as oportunidades que surgirem", disse o técnico Rogério Ceni depois da vitória sobre o Jorge Wilstermann.

"A princípio, não conversei com ninguém. Nós não fomos atrás de nenhum goleiro. Vamos analisar no mercado até julho, e, antes disso, tudo o que for falado sobre goleiro é especulação. Para mim, a princípio, o Thiago Couto fica como segundo goleiro. Ele vai ter oportunidades para jogar, e, se eu achar que ele corresponde, pode se tornar o segundo goleiro em definitivo, sem que nós gastemos dinheiro, mesmo porque não temos", disse Ceni, em outra entrevista recentemente.

A outra opção seria Lucas Perri, mas o goleiro está emprestado ao Náutico e com a renovação travada. O São Paulo e os representantes do jogador inicialmente tinham um acerto verbal para esticar o contrato, mas houve um desentendimento em meio ao empréstimo e o acordo não foi assinado. Com isso, ele segue com vínculo até janeiro de 2023 e poderá assinar um pré-contrato a partir do fim de julho, o que desperta sondagens no mercado.