PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Santos tenta reduzir dívida de R$ 32 mi com DIS por André e Wesley

André foi vendido ao Dínamo de Kiev em 2010 por 8 milhões de euros - Ricardo Saibun/Agif
André foi vendido ao Dínamo de Kiev em 2010 por 8 milhões de euros Imagem: Ricardo Saibun/Agif
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

01/10/2021 11h38

O Santos está negociando nos bastidores com o fundo de investimentos DIS um acordo para quitar uma antiga dívida que envolve as vendas de Wesley e André. Hoje, no total, o valor gira em torno de R$ 32 milhões.

Em 2010, o Peixe transferiu o volante para o Werder Bremen, por 10 milhões de euros (R$ 22,5 milhões, na ocasião), enquanto o atacante rumou para o Dínamo de Kiev, a troco de 8 milhões de euros (quase R$ 18 milhões). O DIS tinha 25% dos direitos econômicos de cada jogador.

Com o decorrer dos anos, o compromisso do clube da Baixada Santista com os antigos investidores teve um significativo aumento no valor, por causa de correção monetária, multa de 10%, juros, entre outros.

Os envolvidos na renegociação da dívida, que já dura uma década, entre eles o presidente santista Andres Rueda e os empresários Delcir Sonda e Roberto Moreno, têm ótima relação e estão confiantes num acerto, por um montante inferior ao atual, nos próximos dias. O último encontro entre o trio aconteceu há duas semanas.