PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Renan Ribeiro caminha para ficar dois anos sem jogar oficialmente

Renan Ribeiro tem contrato com o Sporting até junho de 2023 - Carlos Rodrigues/Getty Images
Renan Ribeiro tem contrato com o Sporting até junho de 2023 Imagem: Carlos Rodrigues/Getty Images
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

10/09/2021 09h07

Renan Ribeiro entrou em campo oficialmente pela última vez no dia 12 de dezembro de 2019, quando foi titular - e expulso - na derrota por 3 a 0 do Sporting para o LASK Linz, da Áustria, na Liga Europa. Daí em diante, perdeu espaço no time português, passou a terceira opção no gol e, nos últimos meses, nem sequer tem treinado com o elenco principal.

Afastado dos demais companheiros, o goleiro brasileiro caminha agora para completar dois anos sem jogar. Não foi negociado no último mercado de verão europeu, tendo rejeitado diversas abordagens, e decidiu então que vai permanecer no clube de Alvalade pelo menos até dezembro, data da reabertura das principais janelas de transferências no mundo da bola.

Aos 31 anos, o ex-jogador de Atlético-MG e São Paulo, na verdade, tem colecionado recusas desde a temporada passada. No Brasil, Grêmio, Palmeiras e Vasco já tentaram a contratação (por empréstimo), mas não tiveram sucesso, assim como Altay Spor, recém-promovido à primeira divisão da Turquia, e PAOK, da Grécia. Em Portugal, Farense, Paços de Ferreira e Santa Clara também foram colocados de lado.

À espera do mercado de inverno no Velho Continente, Renan Ribeiro tem contrato com o Sporting até junho de 2023. Tem multa rescisória de 60 milhões de euros (R$ 370 milhões), mas está avaliado entre 500 mil e 1 milhão de euros (R$ 3 e 6 milhões).