PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com italianos na briga, Benfica traça estratégia por Kaio Jorge

Kaio Jorge tem contrato com o Santos apenas até dezembro deste ano - Staff Images/Conmebol
Kaio Jorge tem contrato com o Santos apenas até dezembro deste ano Imagem: Staff Images/Conmebol
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

25/07/2021 11h12

O Benfica resolveu entrar com tudo na disputa para garantir a contratação de Kaio Jorge, que já pode assinar pré-contrato com qualquer clube. Os portugueses avisaram ao Peixe que aceitam pagar aproximadamente 3 milhões de euros (R$ 18,3 milhões), além de incluir dois jogadores em troca na negociação - não há confirmação se por empréstimo ou em definitivo.

O interesse encarnado no jovem atacante santista é antigo, mas ganhou novos capítulos nos últimos dias, visto a forte concorrência de Juventus e, principalmente, Milan, que, inclusive, estaria próximo de alcançar um acordo verbal com o jogador de 19 anos, a valer a partir de janeiro do próximo ano. A informação da oferta benfiquista foi publicada primeiramente pelo GloboEsporte.com.

Atualmente emprestado ao Ceará, o atacante colombiano Yony González, ex-Fluminense e Corinthians, é um dos atletas sugeridos pelo Benfica no negócio com o Santos. O outro nome está ainda em aberto, mas, ao analisar o cenário de hoje, pode vir a ser o lateral-direito Gilberto, ex-Fluminense, ou o volante Gabriel, revelado pelo Vasco e com passagem pela Espanha - ambos até hoje não caíram nas graças de Jorge Jesus.

Apesar do desejo de contar o quanto antes com o Kaio Jorge, cujo contrato com o Peixe termina em dezembro deste ano, o clube português tem neste momento como principal prioridade "esvaziar" o ataque. O brasileiro Carlos Vinicius e o suíço Haris Seferovic são os potenciais negociáveis neste mercado da bola do verão europeu.