PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Lesão fez Santos diminuir oferta salarial na renovação de Sandry

Sandry tem contato apenas até 2022 - Ivan Storti/Santos FC
Sandry tem contato apenas até 2022 Imagem: Ivan Storti/Santos FC
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

08/06/2021 09h35

O Santos reduziu a proposta salarial para garantir a renovação de contrato de Sandry e, por isso, a negociação neste momento está emperrada. O volante tinha em mãos uma oferta mais vantajosa no começo do ano, mas viu uma redução nos valores colocados em cima da mesa logo depois da lesão sofrida em abril no ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Nos dois cenários, o Peixe tem interesse em esticar o vínculo do jovem jogador até 2025 - o atual é válido até julho de 2022. A diretoria santista, no entanto, está encontrando sérias dificuldades para contornar a diferença na questão financeira, visto a insatisfação do lado do atleta.

Nas últimas semanas, vale lembrar, o camisa 38 do time da Baixada Santista tem feito um trabalho especial de fisioterapia. A previsão de retorno aos gramados é de seis a nove meses.

Ausente desde abril, Sandry era titular absoluto da posição após a saída de Diego Pituca, vendido ao Kashima Antlers. Desde que virou desfalque, o volante passou a mostrar deficiências e levou o Santos a contratar Vinicius Zanocelo para suprir a carência no setor.