PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Em alta no Monaco, Caio Henrique está na mira de Barcelona e PSG

Caio Henrique está avaliado entre 25 e 30 milhões de euros pelo Monaco - Reprodução/Twitter @AS_Monaco
Caio Henrique está avaliado entre 25 e 30 milhões de euros pelo Monaco Imagem: Reprodução/Twitter @AS_Monaco
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

06/05/2021 10h04

Destaque na campanha desta temporada do Monaco, que briga na França para garantir acesso à próxima edição da Liga dos Campeões, Caio Henrique foi alvo de sondagens recentes de Barcelona e PSG. A dupla já fez um primeiro contato para buscar informações sobre os valores de uma transferência.

Comprado do Atlético de Madrid pelo clube francês no ano passado por 8 milhões de euros, com outros 2 milhões de euros em bônus por objetivos alcançados, o lateral-esquerdo brasileiro está agora avaliado entre 25 e 30 milhões de euros (entre R$ 160 e 193 milhões).

Do lado do Barça, sobretudo agora na gestão do presidente Joan Laporta, pesa a favor de uma eventual negociação o ótimo relacionamento com o empresário do jogador, o ex-craque luso-brasileiro Deco, que, inclusive, está perto de assumir as funções de "representante oficial" do clube catalão no mercado da bola da América do Sul.

O PSG, por sua vez, tem visto crescer nos últimos dias uma pressão interna para contratar um nome de mais impacto para a lateral esquerda. Tido como titular da equipe, o espanhol Juan Bernat está machucado há meses. Enquanto isso, as outras ações na ala, o senegalês Abdou Diallo e o francês Kurzawa, além do holandês Mitchel Bakker, são alvos constantes de críticas - pelo menos dois deles devem ser negociados na próxima janela de transferência europeia.

Também velho conhecido de Deco, o brasileiro Leonardo, diretor de futebol do clube de Paris, tem em mãos há dias uma espécie de "dossiê" com todos os números e detalhes de Caio Henrique, que, no Brasil, defendeu Santos, Paraná, Fluminense e Grêmio e cujo contrato com o Monaco é válido até junho de 2025.