PUBLICIDADE
Topo

Marluci Martins

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Romário rebate Edmundo: 'Cuzão'

Edmundo e Romário celebram gol marcado pelo Vasco contra o Manchester United no Mundial 2000 - Antônio Gaudério/Folhapress
Edmundo e Romário celebram gol marcado pelo Vasco contra o Manchester United no Mundial 2000 Imagem: Antônio Gaudério/Folhapress
Marluci Martins

Marluci Martins começou no jornalismo esportivo em 1988 e cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018), pelos Jornais O Dia, Extra e O Globo. Foi setorista dos quatro grandes clubes do Rio e, apaixonada por futebol, frequentou estádios nos mais variados endereços – com a caneta ou a bandeira. Em primeira mão, anunciou as aposentadorias de Romário e Ronaldinho Gaúcho, entre outros furos marcantes da carreira, como a primeira entrevista com o então treinador Ricardo Gomes pós-AVC. Para ela, a rede de internet é como a do futebol: desperta alegria e tristeza, amor e raiva. Que não nos falte o fair play.

06/10/2021 13h27

As farpas entre Romário e Edmundo vêm do século passado e se sustentam até hoje. O atacante da seleção tetracampeã do mundo ficou surpreso com a entrevista do Animal ao canal do Youtube "Inteligência LTDA". Chamado de vaidoso e egocêntrico, Romário, hoje senador, reagiu como nos velhos tempos de língua afiada. Em conversa por telefone com a coluna, não driblou. Chutou:

- Já estou com 55 anos. Para mim, isso já passou. Foi coisa da idade, e chega uma hora em que é preciso olhar para a frente e esquecer o que passou. Infelizmente, ele continua com esse ciúme bobo. Isso é babaquice. É coisa de cuzão. Cuzão - respondeu.

Na entrevista, o Animal relatou que Romário teria sido contratado pelo Vasco apenas para a disputa do Mundial de 2000. O que não foi cumprido. "Como eu perdi o pênalti na final, fui o primeiro a entrar de férias e, quando voltei, ele continuava lá. Depois, o nome dele foi selecionado para ser o capitão, que era o meu posto. Não era isso que tinha sido combinado e me recusei a jogar", lembrou Edmundo.

- Quer dizer que eu é que sou egocêntrico, né? - disse Romário, surpreso com as declarações do ex-amigo dos tempos de Flamengo: - O estranho é que eu falo com ele quando o encontro. Ele já foi na minha casa, e a gente já se encontrou na praia, no futevôlei.

A nova rusga entre os dois terá ainda desdobramento. Romário promete uma "homenagem" para Edmundo: será quinta-feira (07/10), nas suas redes sociais.

- Vem TBT por aí. Podem se preparar - finalizou Romário, como nos velhos tempos.