PUBLICIDADE
Topo

Marluci Martins

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Futuro de Abel Braga é incerto: 'Se trabalhar, só no ano que vem'

Abel Braga durante partida contra o Corinthians no Beira Rio - Pedro H. Tesch/AGIF
Abel Braga durante partida contra o Corinthians no Beira Rio Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF
Marluci Martins

Marluci Martins começou no jornalismo esportivo em 1988 e cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018), pelos Jornais O Dia, Extra e O Globo. Foi setorista dos quatro grandes clubes do Rio e, apaixonada por futebol, frequentou estádios nos mais variados endereços – com a caneta ou a bandeira. Em primeira mão, anunciou as aposentadorias de Romário e Ronaldinho Gaúcho, entre outros furos marcantes da carreira, como a primeira entrevista com o então treinador Ricardo Gomes pós-AVC. Para ela, a rede de internet é como a do futebol: desperta alegria e tristeza, amor e raiva. Que não nos falte o fair play.

02/09/2021 14h18

A saída de Abel Braga do Lugano, da Suíça, abre vaga nas especulações tão comuns ao futebol brasileiro, onde a dança das cadeiras é recorrente entre os treinadores. Porém, o técnico que levou o Internacional ao vice-campeonato brasileiro de 2020, antes da passagem de apenas três meses pelo clube europeu, não tem planos de voltar a trabalhar neste ano:

"Vou passear por aqui até outubro. Depois, vejo. Mas, se trabalhar, só no ano que vem", revelou à coluna, misterioso, em conversa por WhatsApp.

(Merece destaque a resposta de Abel na condicional: "Se trabalhar"... Aposentadoria? Somente o tempo dirá...)

O fim do ciclo na Suíça tem a ver com a troca de comando no Lugano. E também com sua posição firme em defender a permanência de um dos jogadores por ele indicados, o volante Hugo Moura, ex-Flamengo.

"O americano (novo gestor) chegou falando que não iria ficar com três jogadores. Um deles, o Hugo. Expus minha opinião, disse que não concordava com a atitude deles, e eles resolveram mudar", enfatizou Abel, que completou 69 anos na última quarta-feira.