PUBLICIDADE
Topo

Marília Ruiz

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

A era da intolerância

Getty Images
Imagem: Getty Images
Marília Ruiz

Tenho 20 anos de jornalismo esportivo: 5 Copas do Mundo, 4 Olimpíadas, muitos Brasileiros, alguns Mundiais e várias Copinhas. Neste blog seguirei fazendo isso: escrevendo sobre futebol. Sem frescura. Sem mimimi. Para versões oficiais dos clubes e atletas, recomendo procurar as assessorias de imprensa.

12/03/2022 12h02

Esse poderia ser um texto sobre os exemplos cada vez mais grotescos da violência que acompanham as rodadas de futebol no Brasil. Aqui temos bomba, pedrada, racismo e homofobia filmadas com detalhes e nada acontece. Aqui temos brigas grupais entre imbecis que torcem para times diferentes e nada acontece. Aqui temos morte com hora marcada em briga agendada e nada acontece. Bem, na verdade, acontece o enterro e fim.

Mas esse texto é sobre a ditadura da "minha opinião" na internet.

Esse texto é sobre procurar ler a própria opinião refletida nas palavras de um jornalista e daí definir se ele "presta" ou não.

Esse texto é para refletir sobre a era da intolerância que estamos alimentando quando formamos a nossa bolha com pessoas que pensam como nós, torcem como nós, falam o que queremos que seja falado.

Futebol não é ciência exata e isso, obviamente, gera opiniões diferentes sobre os mesmos assuntos. Não tem "Central do Apito" que defina qual gosto deve prevalecer sobre os demais. Gosto não está incluído nas 17 regras do jogo nem nas recomendações especiais da Fifa. Gosto não está no protocolo do VAR.

A discussão sobre futebol feio x futebol bonito não tem vencedor.

Entender de futebol, decifrar sistemas táticos, analisar decisões desse e daquele técnicos, comentar jogos: nada disso define o gosto do "freguês".

Quem definiu o que é feio e o que é bonito? Quem resolveu que o seu gosto é melhor do que os demais?

Está cansativo demais tolerar a violência física (entre torcedores) e a virulência verbal dos que se autodenominam donos das verdades absolutas sobre o jogo.

Minha opinião e meus gostos não disputam campeonato.