PUBLICIDADE
Topo

Lei em Campo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Premier League transmitirá de graça todos jogos até volta da torcida

Lei em Campo

Andrei Kampff é jornalista formado pela PUC-RS e advogado pela UFRGS-RS. Pós graduado e mestrando em Direito Desportivo, é conselheiro do Instituto Ibero Americano de Direito Desportivo e criador do portal Lei em Campo. Trabalha com esporte há 25 anos, tendo participado dos principais eventos esportivos do mundo e viajado por 32 países atrás de histórias espetaculares. É autor do livro "#Prass38".

17/02/2021 13h53

Por Gabriel Coccetrone

A Premier League anunciou que estenderá sua política de exibir todos os jogos ao vivo na televisão aberta do Reino Unido até que os torcedores voltem aos estádios. Segundo especialistas, a medida mostra compromisso social e organização da Liga.

A confirmação veio no dia em que o presidente-executivo do Brighton, Paul Barber, disse estar esperançoso de que um pequeno número de torcedores possa retornar nesta temporada, mas que o clube está "se preparando para o pior e que eles não voltarão".

Para o advogado Luis Costa, que trabalha em Londres e é colunista do Lei em Campo, "todos por aqui estão aguardando o chamado "roadmap" que o Primeiro Ministro britânico diz ser possível apresentar na próxima semana quanto ao fim do lockdown atual. Enquanto isso, com todos os protocolos de segurança e saúde que os atletas são submetidos, nada mais justo que possam mostrar seu talento para os torcedores, mesmo que pela TV apenas".

Um acordo sobre a transmissão de todos os jogos pela televisão estava previsto para expirar no final deste mês, mas a Premier League decidiu agir e mudar o cenário.

"Isso é estratégia, que vem cercada de proteção jurídica. Claro que para tomar esse caminho a Liga analisou contrato e conversou com parceiros. E isso só foi possível porque ela é administrada de maneira profissional, tem dinheiro em caixa e planejamento", afirma Andrei Kampff, advogado especializado em direito desportivo, jornalista e autor desse blog.

"Todos os jogos da temporada 2020/21 continuarão a ser disponibilizados para os fãs assistirem ao vivo no Reino Unido. Esse acordo será estendido até que a orientação do governo permita que os torcedores voltem aos estádios. Todos os jogos serão exibidos através dos parceiros de transmissão existentes Sky Sports, BT Sport, Amazon Prime Video e BBC", anunciou a Premier League nesta quarta-feira (17).

A última vez que os torcedores foram autorizados a entrar nos estádios da Inglaterra foi em dezembro. Com o prazo das medidas restritivas previstas para acabar nos próximos dias, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciará na segunda-feira (22) novas medidas sobre o combate a pandemia de Covid-19.

"Há uma série de questões. Haverá a questão da confiança; mesmo quando as pessoas já receberam a vacina, nem todos vão optar por recebê-la, e em termos de torcedores voltando em grande número e indo e voltando do estádio. Existe a questão financeira também. Muitas pessoas perderam seus empregos, então isso terá algum impacto nas vendas de ingressos e dias de jogos ", avaliou Barber.

Para Amir Somoggi, especialista em marketing esportivo, a decisão "traz também o papel social do futebol, já que 13 milhões de pessoas só na PL deixam de estar nos jogos. Há ainda o impacto maior para anunciantes e patrocinadores".

De acordo com a imprensa britânica, a Football Association e a EFL estão em constantes negociações com o governo sobre o possível retorno dos torcedores para a final da Carabao Cup e da FA Cup em Wembley, em 25 de abril e 15 de maio, respectivamente.

O anúncio foi divulgado no site oficial da liga.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo