PUBLICIDADE
Topo

Lei em Campo

Metade dos clubes da Premier League terá torcida nos estádios e a outra não

Lei em Campo

Andrei Kampff é jornalista formado pela PUC-RS e advogado pela UFRGS-RS. Pós graduado e mestrando em Direito Desportivo, é conselheiro do Instituto Ibero Americano de Direito Desportivo e criador do portal Lei em Campo. Trabalha com esporte há 25 anos, tendo participado dos principais eventos esportivos do mundo e viajado por 32 países atrás de histórias espetaculares. É autor do livro "#Prass38".

26/11/2020 19h35

Por Gabriel Coccetrone

A Premier League sofrerá uma divisão no próximo dia 2 de dezembro, data estipulada pelo governo britânico para encerrar o lockdown parcial no país. Assim, metade dos 20 clubes da principal divisão do futebol inglês poderá receber parte de seus torcedores nos estádios, enquanto a outra continuará com os portões fechados.

Nesta semana, o governo do Reino Unido anunciou algumas mudanças nas medidas restritivas de enfrentamento a Covid-19. Uma delas foi a permissão para que eventos esportivos receba público. As regiões do país foram dividias em três níveis (de acordo com o índice de contágio) para determinar os lugares que poderão ou não abrir as portas. Pela classificação divulgada nesta quinta-feira (26), 10 clubes da Premier League foram colocados no nível 3 (categoria mais alta de contágio), e continuarão sem a presença de seus torcedores.

Na PL, nenhum torcedor será permitido nos estádios do: Aston Villa, Burnley, Leeds, Leicester, Manchester City, Manchester United, Newcastle, Sheffield United, West Bromwich e Wolverhampton.

Já os outros 10 clubes da primeira divisão poderão receber até 2 mil torcedores nos estádios por terem sido classificados no nível 2. São eles: Arsenal, Brighton, Chelsea, Crystal Palace, Everton, Fulham, Liverpool, Southampton, Tottenham e West Ham.

Nenhum clube das quatro principais divisões de futebol da Inglaterra foi classificado na categoria 1, onde 4 mil torcedores são liberados a comparecer na partida. Uma nova atualização da classificação será feita em dezembro.

O Arsenal será o primeiro clube da Premier League a receber os torcedores de volta já na próxima semana, quando jogar contra o Rapid Vienna, pela Europa League, na quinta-feira (2).

Um dos dirigentes do Newcastle, Steve Bruce, criticou o sistema de classificação adotado pelo governo: "Por que apenas 2 ou 4 mil torcedores no nível 1 e 2 quando temos a capacidade para abrigar 20 mil com segurança no St James Park (estádio do Newscastle)? Eu acho isso totalmente injusto".

"Todos nós sabemos como a vida é difícil para todos no momento, então é um passo na direção certa, um pequeno gesto. Para os clubes menores é maior, eles vivem de seus torcedores, eu acredito que eles consigam alguma receita. No St James 2 ou 4 mil torcedores é uma quantidade muito pequena", completou Bruce em entrevista ao The Guardian.

Veja como ficou a classificação dos clubes ingleses nas divisões inferiores:

Championship

Nível 2: Bournemouth, Brentford, Luton, Millwall, Norwich, QPR, Reading, Watford e Wycombe.

Nível 3: Barnsley, Birmingham, Blackburn, Bristol City, Coventry, Derby, Huddersfield, Middlesbrough, Nottingham Forest, Preston, Rotherham, Sheffield Wednesday e Stoke.

League One

Nível 2: AFC Wimbledon, Charlton, Crewe, Ipswich, MK Dons, Northampton, Oxford, Peterborough, Plymouth, Portsmouth, Shrewsbury e Swindon.

Nível 3: Acrrington, Blackpool, Bristol Rovers, Burton, Doncaster, Fleetwood, Gillingham, Hull, Lncoln, Rochdale, Sunderland e Wigan.

League Two

Nível 2: Barrow, Carlisle, Cambridge, Chelteham, Colchester, Crawley, Exeter, Forest Green, Harrogate, Leyton Orient, Southend, Stevenage e Tranmere.

Nível 3: Bolton, Bradford, Grimsby, Mansfield, Morecambe, Oldham, Port Vale, Salford City, Scunthorpe e Walsall.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL